PUBLICIDADE

Amanda Seyfried revela sofrer transtorno obsessivo compulsivo

Atriz lida com a doença desde os 19 anos. "Você não vê uma doença mental, mas ela está lá"

A atriz Amanda Seyfried, conhecida por atuar em filmes como Meninas Malvadas, Querido John e Mamma Mia, revelou em entrevista à revista Allure sofrer com TOC (Transtorno Obsessivo Compulsivo) desde a adolescência.

"Tomo Lexapro e nunca vou me livrar dele. Tomo desde meus 19 e depois de 11 anos estou na dose mínima. Não quero arriscar parar de tomá-lo. Uma doença mental é uma coisa que as pessoas colocam em uma categoria diferente, mas acho que deve ser levada tão a sério como qualquer outra", declarou a atriz.

O transtorno obsessivo-compulsivo é um distúrbio psiquiátrico de ansiedade, no qual sua principal característica é a presença de crises recorrentes de obsessão e compulsão. Além disso o indivíduo pode apresentar comportamentos considerados estranhos e exagerados com relação a saúde, higiene, organização, simetria e perfeição.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Aos 30 anos, Amanda comentou sobre como o TOC afetou sua vida: "Você não vê uma doença mental, mas ela está lá. Tive uma ansiedade tão forte que pensei que tinha um tumor no meu cérebro. Fiz ressonância magnética e o médico me sugeriu um psiquiatra".

"Às vezes, sinto que conheço o mundo, mas depois você fica: 'O que estou fazendo aqui? Ninguém quer me ver. Por que vocês estão tirando fotos de mim? É estúpido, irracional, mas faço isso porque sou insegura", completou a atriz.

Segundo a Organização Mundial da Saúde, cerca de 3% da população mundial tenha TOC. No Brasil, são cerca de quatro milhões de pessoas sofrendo com este distúrbio psiquiátrico.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)