PUBLICIDADE

Unicamp encontra 'antivírus' para mosquito Aedes Aegypti

A descoberta poderá ajudar na contenção do zika vírus, dengue e chikungunya

Um trabalho realizado pela Unicamp - Universidade de Campinas Unicamp conseguiu detectar exatamente quais são as células do mosquito aedes aegypti que carregam o vírus da zika. Essa descoberta poderá ajudar na criação de novas formas de combater a doença e na diminuição do contágio do zika, da dengue e do chikungunya. Por enquanto os testes só foram feitos em laboratório e devem passar por outras avaliações.

A pesquisa encontrou 13 lipídios que atuam como biomarcadores da infecção causada pelo zika vírus, ou seja, eles apontam o caminho que o vírus deve seguir dentro da célula. Os lipídios também são responsáveis pela multiplicação da doença, porque eles atuam como porta de entrada para o vírus infectar a célula e crescer.

Com a descoberta do caminho percorrido pelo vírus dentro da célula, os pesquisadores determinaram o caminho inverso, capaz de evitar a multiplicação da doença, como antivírus naturais do mosquito. Essas moléculas, chamadas de "esfingofungina", evitam a reprodução do zika e podem ajudar na produção de novos medicamentos.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)