PUBLICIDADE

Estudo sugere que ansiedade pode melhorar a memória

Níveis moderados de ansiedade podem aumentar a capacidade de reter informações

Descubra o poder de um sorriso.
Participe da newsletter

Preencha os campos* abaixo.
X

*Ao concluir, você concorda com a nossa Política de Privacidade e aceita receber novidades do Minha Vida e seus parceiros.

Cadastro efetuado com sucesso!

A ansiedade é um problema que afeta milhares de pessoas atualmente. De acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS), no Brasil existem cerca de 264 milhões de pessoas com transtorno de ansiedade.

Quem sofre com distúrbios de ansiedade sente preocupações e medos extremos em situações simples da rotina. Desta forma, realizar tarefas diárias pode parecer impossível para alguém com ansiedade.

Um recente estudo realizado pelo Departamento de Psicologia da Universidade de Waterloo, no Canadá, descobriu que quando a ansiedade ocorre de forma moderada, ela pode contribuir para uma melhora na memória.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

A pesquisa, publicado no periódico Journal Brain Sciences, analisou 80 estudantes (64 mulheres e 16 homens) da graduação da universidade. Para análise, todos os participantes tiveram que responder questões da escala de depressão, Ansiedade e estresse, que mede como cada pessoas é afetada por esses fatores.

Em seguida, os voluntários foram divididos em dois grupos: o primeiro foi instruído a decodificar uma mensagem complicada, enquanto o segundo teve que fazer o mesmo com uma bem mais fácil.

No exercício de memória, todos os envolvidos foram expostos a palavras escritas sobre imagens que tinham conteúdo negativo (como um acidente de carro) ou neutro (um barco laranja).

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Um dos grupos tinha a tarefa mais difícil: responder se as palavras de cada tela representava um objeto vivo ou não. Já outro tinha que apenas checar se a letra ?a? aparecia nas palavras exibidas.

Os resultados mostraram que participantes com níveis controláveis de ansiedade memorizaram mais detalhes. Contudo, os estudantes com maior índice de ansiedade se mostraram mais sensíveis e permitiram que as influências emocionais do contexto moldassem a forma como se lembraram do experimento.

"Ao pensar sobre eventos em que passaram por muitas emoções ou sobre eventos negativos, os participantes ficaram em uma mentalidade negativa, mudando a forma como lembraram de cada experiência", disse o psicólogo Christopher Lee, que participou da pesquisa.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Segundo Myra Fernandes, professora do Departamento de Psicologia da Universidade de Waterloo e coautora do estudo existe uma explicação para essa descoberta. "As pessoas com ansiedade têm que ser mais cuidadosas. Até certo ponto, a ansiedade pode beneficiar sua memória mas, por meio de outras pesquisas, sabemos que altos níveis de ansiedade podem fazer a pessoa chegar no limite, o que impacta suas memórias e performance".