PUBLICIDADE

Avril Lavigne fala sobre sua batalha contra a doença de Lyme

"Eu estava aceitando que ia morrer", disse a cantora em entrevista à Billboard

Descubra o poder de um sorriso.
Participe da newsletter

Preencha os campos* abaixo.
X

*Ao concluir, você concorda com a nossa Política de Privacidade e aceita receber novidades do Minha Vida e seus parceiros.

Cadastro efetuado com sucesso!

Após uma pausa em sua carreira por quatro anos, a cantora Avril Lavigne decidiu contar à revista Billboard sobre a sua batalha contra a doença de Lyme.

Na entrevista, ela compartilhou que os primeiros sintomas surgiram durante uma turnê de 2014. Neste período, Avril passou em diversos médicos, sempre com a mesma queixa: "Estou com dor, estou cansada, não consigo sair da cama - o que está errado comigo?".

No entanto, os médicos não conseguiam acertar o diagnóstico e o problema da cantora continuava a afetar sua vida, então um amigo sugeriu que poderia ser a doença de Lyme, que foi confirmada depois de uma visita a um especialista.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

"É uma bactéria, então eles te dão antibióticos, mas é uma bactéria esperta - ela se transforma em cistos. Então, eles te dão mais antibióticos. Como demoraram muito para me diagnosticar, eu estava toda f*****", explicou.

A doença de Lyme é uma infecção bacteriana transmitida por carrapatos, muito comum na América do Norte e na Europa. Depois de descobrir a doença, Avril passou um tempo escondendo isso da mídia, pois não queria que se tornasse parte de sua identidade. "Fingia ser forte e que minha vida estava maravilhosa", revela.

"Avril só revelou o problema que enfrentava em 2015, durante uma entrevista ao Good Morning America. "Fiquei totalmente vulnerável. Não quero falar ou relembrar isso. Mas é a minha responsabilidade", conta.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Durante a entrevista, a cantora relembrou um momento que estava com a mãe, deitada na cama, e quase não conseguia respirar. "Eu estava aceitando que ia morrer. Comecei a rezar. A sensação é que eu estava me afogando. Pedia a Deus para deixar minha cabeça fora d'água", disse. Esse momento serviu de inspiração para sua nova música de trabalho, Head Above Water.

"Tive tempo para estar presente. Não estava envolvida com discos e turnês. Foi a minha primeira pausa desde os meus 15 anos. De certa forma, foi uma benção", completou.

O que causa a doença de Lyme?

A doença de Lyme é causada pela bactéria Borrelia burgdorferi, mas a transmissão se dá por meio de carrapatos. São eles que carregam essas bactérias e que podem transmiti-las para os seres humanos por meio de picadas. Os carrapatos são marrons e aderem na pele, onde podem permanecer por bastante tempo enquanto sugam o sangue do hospedeiro. Os locais preferidos do corpo humano para os carrapatos são axilas, couro cabeludo e região da virilha.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Para transmitir a doença, os carrapatos devem ficar aderidos à pele do hospedeiro por 36 a 48 horas no mínimo. Quanto menor o carrapato, maiores são as chances de eles transmitirem a doença de Lyme, pois são mais difíceis de serem detectados.

Quando são transmitidas, as bactérias entram na pele através da picada e invadem a corrente sanguínea, espalhando-se pelo corpo. Veja como diagnosticar e tratar a condição!