Fibromialgia: o que é, sintomas, tratamentos e se tem cura

Visão Geral

O que é Fibromialgia?

Fibromialgia (CID 10 M79. 7) é uma síndrome comum, na qual a pessoa tem como principal sintoma dores no corpo todo durante longos períodos, com sensibilidade nas articulações, nos músculos, tendões e em outros tecidos moles. Junto com a dor, a fibromialgia também causa fadiga, distúrbios do sono, dor de cabeça, depressão e ansiedade.

Fibromialgia: o que é, sintomas, causas e como tratar

De cada 10 pacientes com fibromialgia, sete a nove são mulheres. Não se sabe a razão porque isto acontece. Não parece haver uma relação com hormônios, pois a fibromialgia afeta as mulheres tanto antes quanto depois da menopausa.

A idade de aparecimento da fibromialgia é geralmente entre os 30 e 60 anos. Porém, existem casos em pessoas mais velhas e também em crianças e adolescentes. (2,3)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Especialista responde: dúvidas sobre fibromialgia

Causas

As causas da fibromialgia ainda são desconhecidas, mas existem vários fatores que estão frequentemente associados a esta síndrome. Confira:

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Fatores de risco

Os médicos alertam para alguns fatores de risco que facilitam o surgimento de fibromialgia. Confira:

Sintomas

Sintomas de Fibromialgia

Confira os principais sintomas da fibromialgia:

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Principais pontos de dor da fibromialgia

As dores de origem emocional atingem principalmente o sistema musculoesquelético do paciente que apresenta fibromialgia e são representadas pelos seguintes pontos dolorosos no corpo:

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Reprodução/Shutterstock
Reprodução/Shutterstock

Saber onde as dores ocorrem contribui para o diagnóstico. Entenda mais!

Crise de fibromialgia: entenda os principais pontos de dor

Buscando ajuda médica

Procura um médico se você começar a sentir fortes dores no corpo, tendo a sensação de que ela pode ser sentida “nos ossos” ou “na carne” ou ao redor das articulações.

Aproveite a consulta e tire todas as dúvidas que você tiver. Lembre-se também de fazer uma descrição completa de seus sintomas. Isso ajudará o médico a fazer o diagnóstico da fibromialgia

Diagnóstico e Exames

Na consulta médica

Especialistas que podem diagnosticar a fibromialgia são:

Diagnóstico de Fibromialgia

O diagnóstico da fibromialgia é feito clinicamente (por meio da história dos sintomas e do exame físico). Não existem testes laboratoriais que possam realizar o diagnóstico, mas o médico pode solicitar exames de sangue para que outras doenças, com sintomas e características parecidos, sejam descartadas entre os possíveis diagnósticos.

Os critérios de diagnóstico da fibromialgia são:

Saiba mais: Diagnóstico da fibromialgia não pode ser feito com exames e tratamento é individualizado

Tratamento e Cuidados

Tratamento de Fibromialgia

O tratamento de fibromialgia é mais eficaz quando são unidos medicamentos e cuidados não medicamentosos. O foco é evitar a incapacidade física, minimizar os sintomas e melhorar a saúde de modo geral.

Fibromialgia: tratamentos

O tratamento pode envolver:

Existem várias classes de remédios que são utilizados em conjunto com o tratamento não medicamentoso. As drogas mais utilizadas são analgésicos de ação central, incluindo algumas drogas antidepressivas e antiepilépticas que têm esta ação analgésica. Medicamentos para melhorarem o padrão do sono e miorrelaxantes também são, frequentemente, utilizados isoladamente ou em conjunto com medicamentos analgésicos.

A terapia cognitivo-comportamental é uma parte importante do tratamento. Com ela, você aprenderá a:

Os grupos de apoio também podem ser úteis.

Entre outras recomendações estão:

Os casos graves de fibromialgia podem ser encaminhados a uma clínica especializada em dor.

Saiba mais: Alimentação para aliviar sintomas da fibromialgia

Medicamentos para Fibromialgia

Entre os medicamentos mais usados para o tratamento de fibromialgia, estão antidepressivos tricíclicos em doses baixas (administrados em doses inferiores às usadas em casos de depressão), relaxantes musculares, anti-inflamatórios não-hormonais, analgésicos comuns e opioides, que podem ser utilizados na exacerbação da dor por curtos períodos de tempo. Veja alguns remédios utilizados:

Somente um médico pode dizer qual o medicamento mais indicado para o seu caso, bem como a dosagem correta e a duração do tratamento. Siga sempre à risca as orientações do seu médico e NUNCA se automedique. Não interrompa o uso do medicamento sem consultar um médico antes e, se tomá-lo mais de uma vez ou em quantidades muito maiores do que a prescrita, siga as instruções na bula.

Convivendo (prognóstico)

Fibromialgia tem cura?

A medicina ainda não desenvolveu um método para curar a fibromialgia. Contudo, o prognóstico do fibromialgia é melhor hoje do que nunca. Com o tratamento indicado é possível ter o controle dos sintomas.

Complicações possíveis

A dor e a falta de sono associadas à fibromialgia podem interferir na sua capacidade de funcionar em casa ou no trabalho. A frustração de lidar com uma condição muitas vezes incompreendida também pode resultar em depressão e ansiedade relacionada à saúde.

Convivendo/ Prognóstico

A fibromialgia é uma síndrome de longa duração com flutuações frequentes na intensidade da dor. Seguindo o tratamento corretamente e tomando os devidos cuidados dentro de casa, os sintomas tendem a melhorar. Mais importante ainda: com os devidos cuidados, a pessoa com fibromialgia não perde sua capacidade funcional.

Em casa, você pode tomar algumas medidas para ajudar no tratamento e a conviver melhor com a doença. Veja exemplos:

Saiba mais: Exercícios ajudam no tratamento da fibromialgia

Perguntas frequentes

Fibromialgia pode ser confundida com depressão?

As alterações do humor, como irritabilidade e tristeza, estão presentes em até 70% dos pacientes. A depressão aparece em até 30% dos casos. Os sintomas da depressão podem ser confundidos com os da fibromialgia. É necessário que o médico que acompanhe o paciente faça o diagnóstico precoce e inicie o mais rápido possível o tratamento da depressão. A depressão piora os sintomas da fibromialgia, assim como a fibromialgia também piora os sintomas da depressão. (1)

Quem tem fibromialgia pode fazer exercícios?

Os pacientes que têm fibromialgia devem fazer exercício físico, principalmente o condicionamento aeróbico que proporciona os melhores resultados a médio e longo prazos. Os pacientes referem melhora dos sintomas dolorosos e da fadiga. A introdução de programas de exercícios físicos, seja no solo ou na água, têm apresentado sucesso no alívio dos sintomas. (1)

Prevenção

Prevenção

Não há formas de prevenção para a fibromialgia. Contudo, o tratamento precoce adequado pode ajudar a evitar danos adicionais.

Referências

(1) Tatiana Hesegawa, médico reumatologista, CRM 103415 SP

(2) Sociedade Brasileira de Reumatologia

(3) Ministério da Saúde

(4) Mayo Clinic