Lesões nos genitais femininos

Visão Geral

O que é Lesões nos genitais femininos?

Feridas ou lesões na genitália feminina ou na vagina podem ter uma série de causas possíveis.

Causas

Feridas ou lesões nos genitais femininos frequentemente são provocadas por doenças sexualmente transmissíveis (DSTs). DSTs que podem provocar essas lesões incluem:

Alterações pré-cancerosas da vulva (displasia vulvar) podem aparecer na forma de manchas brancas, vermelhas ou marrons na vulva e podem provocar coceira. A vulva também pode desenvolver câncer de pele, como, por exemplo, melanoma e carcinomas basocelular e espinocelular.

Doenças não sexualmente transmissíveis também podem produzir lesões nos genitais. Em meninas (antes da puberdade), as causas comuns das lesões genitais incluem:

Causas menos comuns incluem:

  • Doenças de pele, tais como líquen plano, líquen escleroso, dermatite seborreicae vitiligo
  • Cistos não cancerosos (benignos) ou abscessos das glândulas de Bartholin ou Skene.

Sinônimos

Lesões nos genitais femininos.

Considerações

As lesões genitais podem ser dolorosas, coçar, produzir corrimento ou não provocar nenhum sintoma.

Embora as lesões ou feridas genitais possam ter um efeito negativo sobre a autoimagem da pessoa, muitas pessoas não procuram atendimento médico adequado. Todas as lesões genitais devem ser avaliadas por um profissional médico.

Coceira, micção dolorosa ou dor na relação sexual ocorrem com frequência devido às lesões genitais.

Diagnóstico e Exames

Na consulta médica

O profissional médico realizará um exame físico. O exame físico geralmente inclui um exame pélvico. Seu médico fará perguntas sobre sintomas e seu histórico médico. As perguntas podem incluir:

  • Como é a lesão?
  • Você tem mais de uma?
  • Onde a lesão está localizada?
  • Dói ou coça?
  • Quando você notou a lesão pela primeira vez?
  • Você já teve uma antes?
  • Ela cresceu?
  • Com que frequência você mantém atividade sexual?
  • Você tem micção dolorosa?
  • Você tem dor na relação sexual?
  • Você tem corrimento vaginal anormal?

Os seguintes exames podem ser feitos:

  • Hemograma completo (CBC)
  • Diferencial sanguíneo
  • Cultura de biópsia de pele ou mucosa

O tratamento pode incluir medicamentos aplicados na pele ou tomados via oral. O tipo de medicamento depende da causa, mas pode incluir corticosteroides, drogas antivirais, antibióticos ou medicamentos para controlar a coceira.

Buscando ajuda médica

Ligue para o seu médico se:

  • Encontrar alguma lesão genital sem explicação
  • Tiver uma alteração em uma lesão genital
  • Tiver coceira genital persistente que não vai embora com cuidado caseiro.
  • Achar que pode ter uma infecção sexualmente transmissível
  • Também tiver dor pélvica, febre, sangramento vaginal ou outros novos sintomas

Tratamento e Cuidados

Cuidados

Consulte um médico antes de se tratar. Você pode tornar mais difícil para o médico determinar o que está errado.

Umbanho de assento pode ajudar a aliviar a coceira e formação de crosta.

Se as lesões forem provocadas por infecção sexualmente transmissível, informe ao seu parceiro sexual para que ele ou ela possa ser tratado(a). Abstenha-se de qualquer tipo de atividade sexual até que seu médico diga que as lesões não são mais transmissíveis.

Fontes e referências

  • Frumovitz M, Bodurka DC. Neoplastic diseases of the vulva: lichen sclerosus, intraepithelial neoplasia, Paget''s disease, carcinoma. Em: Katz VL, Lentz GM, Lobo RA, Gershenson DM. Comprehensive Gynecology. 5ª ed. Philadelphia, Pa: Mosby Elsevier; 2007: cap. 30.
  • Eckert L, Lentz GM. Infections of the lower genital tract: vulva, vagina, cervix, toxic shock syndrome, HIV infections. Em: Katz VL, Lentz GM, Lobo RA, Gershenson DM. Comprehensive Gynecology. 5ª ed. Philadelphia, Pa: Mosby Elsevier; 2007: cap. 22.
  • Zeimet A, McBride DR, Basilan R, e outros Infectious diseases. Em: Rakel RE, ed. Textbook of Family Medicine. 8ª ed. Philadelphia, Pa: Saunders Elsevier; 2011: cap. 16.
ADAM logo

A.D.A.M., Inc. A reprodução ou distribuição das informações aqui contidas é estritamente proibida.
As informações aqui fornecidas não poderão ser usadas durante nenhuma emergência médica, nem para o diagnóstico ou tratamento de doenças. Um médico licenciado deverá ser consultado para o diagnóstico ou tratamento de todas as doenças. Ligue para 192 em caso de emergências médicas. Os links para outros sites são fornecidos apenas a título de informação e não constituem um endosso a eles.

Este conteúdo ajudou você?
Sim Não

Mais Sobre

carregando...

Mais sobre

  • já ajudou pessoas