PUBLICIDADE

Consumo regular de café reduz risco de doenças hepáticas

Pesquisa realizada no Reino Unido avaliou os benefícios para a saúde da bebida com cafeína ou descafeinada

Descubra o poder de um sorriso.
Participe da newsletter

Preencha os campos* abaixo.
X

*Ao concluir, você concorda com a nossa Política de Privacidade e aceita receber novidades do Minha Vida e seus parceiros.

Cadastro efetuado com sucesso!

O consumo moderado de café não oferece riscos ao organismo - ao contrário do que diziam as recomendações médicas de 15 anos atrás. Ainda que ele não fosse indicado para pessoas que apresentavam doenças cardíacas, em razão da ação estimulante que a cafeína promove no corpo, diversos estudos ao longo dos anos comprovaram os benefícios da bebida para a saúde humana.

Neste sentido, um estudo recente realizado pela Universidade de Southampton, no Reino Unido, e publicado no BMC Public Health, revelou que tomar entre três e quatro xícaras de café todos os dias reduz o risco de desenvolver e morrer de doenças crônicas relacionadas ao fígado.

De acordo com os resultados da pesquisa, pessoas que consomem a bebida de todos os tipos (com cafeína e descafeinada) diariamente possuem 21% menos chances de desenvolver doença hepática crônica, 20% menos risco de contrair doença hepática ou gordurosa e ainda 44% menos chances de morrer por conta de uma doença no fígado.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

As doenças hepáticas crônicas (hepatopatias) podem ocorrer por múltiplas causas: infecção pelos vírus das hepatites B e C, hepatite causada pelo abuso de substâncias alcoólicas, tabagismo e acúmulo de gordura no fígado. Elas são, inclusive, uma das causas da crescente morbidade e mortalidade no mundo, especialmente em países de baixa e média renda, que não possuem fácil disponibilidade ao tratamento.

Os autores da pesquisa analisaram dados do UK Biobank em 495.585 participantes, um projeto desenvolvido com o objetivo de investigar as respectivas contribuições da predisposição genética e da exposição ambiental para o desenvolvimento de doenças da população britânica. No início do projeto, 384.818 pessoas disseram ser bebedores de café, em comparação com 109.767 que não consumiam a bebida.

Os indivíduos foram acompanhados durante um período de quase 11 anos, a fim de monitorar quem desenvolveu doença hepática crônica e outras doenças hepáticas relacionadas. Ao fim desse período, cerca de 3,6 mil casos de doença hepática crônica foram diagnosticados, com 301 mortes e 1.839 casos de doença hepática gordurosa simples.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Após levar em consideração fatores como consumo de álcool, tabagismo e índice de massa corporal, a pesquisa revelou que os participantes que bebiam qualquer quantidade de café tinham um risco 20% menor de desenvolver doença hepática gordurosa ou crônica. Os dados foram comparados com os participantes que não consumiam a bebida.

Benefícios do café

Embora o novo estudo tenha apresentado bons resultados, ele não foi o primeiro a descobrir os benefícios do café para a saúde. Uma pesquisa realizada em 2016 pelo Clalit National Israeli Cancer Control Center, em Israel, e a Universidade do Sul da Califórnia, nos Estados Unidos, revelou que beber café pode reduzir pela metade o risco de câncer de cólon.

Ademais, o consumo de café proporciona uma série de vantagens que contribuem para o bem-estar. Ainda que muitas pessoas o associam à cafeína, um de seus principais componentes, o grão do café também é rico em antioxidantes e outras substâncias bioativas, que contribuem para eliminar radicais livres do organismo.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Quando consumido com moderação, ele melhora a concentração, contribui nas dietas de perda de peso e auxilia na diminuição de dores de cabeça. Alguns estudos ainda comprovam que o consumo de café ajuda na ação preventiva de algumas patologias graves, como Parkinson e Alzheimer.

Café aliado da saúde

Café reduz risco de morte por câncer de boca e faringe

Tomar duas a três xícaras de café por dia melhora o sexo, diz estudo

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Três xícaras de café por dia melhoram o funcionamento do organismo