PUBLICIDADE

Conheça os fatores que podem causar o estresse

Estilo de vida moderno é apontado como principal responsável pelo mal

As causas do estresse podem ser internas ou externas, de acordo com a psicóloga Marilda Lipp, fundadora do Centro Psicológico de Controle do Stress e professora da Pontifícia Universidade Católica de Campinas. As que vêm de fora são acidentes, mudanças de casa ou emprego, casamentos, perdas de amigos ou familiares, congestionamentos, discussões e outros acontecimentos sob os quais o indivíduo não tem controle algum. As que vêm de dentro de cada pessoa são valores, crenças, padrões de comportamento, expectativas irreais e ansiedades.

"As fontes externas e internas se somam na determinação do nível de estresse que será experimentado, porém a somatória dos estressores é mediada por dois fatores importantes, que são o repertório de estratégias de coping (formas de lidar com o estresse) e vulnerabilidade", explica Marilda. Segundo ela, algumas pessoas parecem ter uma tendência crônica para se estressarem. "Essa propensão, pelo que temos visto em clínica e em pesquisas, é algumas vezes o produto das predisposições genéticas com o modo de vida da pessoa", diz.

Modo de vida moderno é um dos causadores do estresse - Foto: Getty Images
Modo de vida moderno é um dos causadores do estresse - Foto: Getty Images

Como o estresse sempre existiu, já que ele é necessário para acionar nossas reações a situações adversas. O atual estilo de vida é considerado, por boa parte dos especialistas, o grande vilão. Para a psicóloga Fátima Bitencourt, a agilidade das informações, o mercado competitivo e a famosa correria do dia a dia sobrecarregam as pessoas. "Em um mundo onde tudo é resultado, onde os valores cederam espaço às aparências, onde o ser foi substituído pelo ter, acontece o estresse. Hoje em dia, as pessoas vivem correndo atrás, mas muitas vezes não sabem nem o que estão buscando".

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

O médico homeopata José Roberto Miglioli ressalta ainda a influência da busca incessante por poder aquisitivo, do consumismo e da competitividade exacerbada, não apenas no mercado de trabalho, mas também nas relações interpessoais. "Até mesmo nos relacionamentos parece haver uma competição entre homem e mulher".

Para fugir desses fatores que podem levar ao estresse, Fátima dá algumas dicas:

- Acorde com tranquilidade. A programação da vida não precisa ser seguida com pressão. Essa é uma oportunidade de você começar a aprender a gerenciar seu tempo;

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

- Faça atividades físicas que dêem prazer;

-Tenha um trabalho prazeroso;

- Observe os excessos de sua vida;

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

- Relaxe as tensões do corpo aprendendo técnicas de relaxamento;

- Proteja sua mente para não acelerar seus pensamentos;

- Tenha uma alimentação saudável;

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

- Aceite que investir em você gera mudanças externas verdadeiras;

- Tenha um hobby.

O neuropsiquiatra Rubens Pitliuk, do Hospital Albert Einstein, ainda sugere receber massagens, praticar ioga, meditar, deitar cedo, dormir bastante, fumar e beber menos, fazer psicoterapia, viajar e descansar. "Até Deus precisou descansar no sétimo dia", diz.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)