PUBLICIDADE

Tipos e estilos de Yoga - Parte II

Existem inúmeras diferenças entre as várias linhas dessa filosofia

Entre os diversos segmentos temos o caso do Bhakti Yoga, o caminho devocional ao Ser, a Realidade Suprema, representada por Krishna (divindade) e o Jñana Yoga, o caminho do conhecimento e da sabedoria, mais filosófico.

Desses ramos podemos destacar alguns dos mais conhecidos e clássicos:

Raja-Yoga - refere-se principalmente ao sistema escrito por Patãnjali, matemático e filósofo indiano que viveu no século II D.C, significa "Yoga Real", não com o objetivo de ser esse o único método real de yoga, excluindo os outros. É chamado também de Yoga-Darshana -ponto de vista do yoga-, Yoga Clássico. É o caminho da meditação e iluminação em oito membros: 1- Yamas:

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Disciplina moral, que compreende 5 preceitos que diz respeito as relações interpessoais, ou seja você com o mundo:

a. não violência

b. não roubar

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

c. não mentir

d. não agredir o corpo

e. não cobiçar

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

2- Nyamas:

Auto controle que diz respeito a relação de você para/com você mesmo, as coisas que você deve cultivar. Como diz a Madre Teresa 'é só entre você e Deus'

a. pureza

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

b. contentamento

c. disciplina

d. auto estudo

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

e. auto entrega

3- Ásana: Postura meditativa

4- Pranayama: controle da respiração

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

5- Pratyahara: controle sensorial

6- Dharana: concentração

7- Dhyana: meditação

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

8- Samadhi: êxtase, iluminação, encontro com Si - Mesmo.

Unir os oito membros leva o praticante a dominar a mente e o corpo que leva ao estado de libertação.

Hatha Yoga - o mais conhecido e difundido em todo mundo é o Yoga da força, o Yoga que traz a fortaleza interior. O Hatha Yoga busca fortalecer o corpo e transformá-lo num corpo de diamante, dotado de diversas capacidades paranormais e capaz de cultivar realizações maiores como o samadhi. Muito da tradição do Hatha Yoga encontra-se no texto Hatha Yoga Pradipika (séc. XIV), um guia para a prática avançada, escrito por Svatmarama, que diz que o objetivo maior do Hatha é chegar ao Raja Yoga. Dá-se muita importância à respiração e a prática de posturas, mas também as técnicas de limpeza, conhecidas como satkarmas descritos no Gheranda Samhita (séc. XVII), escrito pelo sábio hatha yogui Gheranda. Há várias obras de grande importância na tradição do Hatha, como o Shiva Samhita e os citados acima. Este é o método mais conhecido e praticado no mundo todo. O yoga da fusão das polaridades, onde "HA" significa sol e "THA" lua. Unir as polaridades-hatha-yoga.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Jñana Yoga-a palavra jñana significa conhecimento, intuição e sabedoria. O caminho do jñana é saber distinguir o Real do irreal, utilizar o intelecto para eliminar a ilusão e a ignorância. Sadânanda em seu texto Vedanta Sara (séc. XV) enumera a prática em quatro fases:

1. Discernimento - entre o permanente e o ilusório.

2. Renúncia-aos frutos de suas ações, o mais elevado Karma Yoga.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

3. As seis perfeições: tranqüilidade, controle dos sentidos, abster-se do que não te leva a Perfeição, a resignação às dualidades, a serenidade, e a fé nessa Realidade Transcendente.

4. Desejo de libertação.

Bhakti Yoga-a o Yoga devocional, a purificação e a transformação do ser humano através da emoção. O Raja transcende a mente; o Hatha, o corpo; o Jñana, o intelecto; o Bhakti a devoção a uma divindade personificada, o Realidade se torna pessoal, uma Pessoa Suprema. No Bhakti, o praticante é sempre devoto e amante e Deus, o objeto de adoração. O Bhagavata-Purana, composto em IX ou X dc divide os diversos graus de devoção, a escada que leva a ascensão, em nove estágios:

1. Audição - ouvir o nome da divindade

2. Cantar - canções de louvor/mantra

3. Recordar - lembrança meditativa da divindade

4. Serviço aos Pés - entregar-se aos ensinamentos de um Guru

5. Ritual - cumprimento dos ritos religiosos

6. Prostração - perante a imagem de Deus

7. Devoção servil - aproximar-se de Deus

8. Amizade com Deus - criar uma ligação íntima

9. Oferta de si mesmo - entregar-se a Pessoa divina

O ensinamento do mestre Krishna ao discípulo perfeito Arjuna está descrito no Bhagavad Gita, e o momento da fusão da Divindade com o devoto é "como uma suprema participação amorosa".

Karma yoga - yoga da ação. Karma deriva da raiz "Kri" que significa "fazer","agir" e esta é toda a base deste método de yoga. Como yoga da ação, esse método diz respeito a maneira de agir, a atitude interior da ação. No Bhagavad Gita existe todo um capítulo referente a isso, pois sábio é aquele que age sem identificar-se com a ação ou o objeto dela gerado.Toda a ação é um gesto divino, uma manifestação natural da Existência. O senhor Krishna afirma que o karma yogi trabalha no mundo para o bem da humanidade. O Karma yoga é um belo exercício de "des-identificação", uma renúncia ao ego em benefício de toda uma comunidade ou do planeta. Renunciar aos méritos do trabalho voluntário, renunciar aos elogios por ter ajudado ou feito algo, este é o caminho para a Relização. O verdadeiro Karma yogi é aquele que trabalha constantemente a melhora em si e na sociedade em que vive. Ou como o termo chinês "wu-wei", agir sem agir.

O yoga como é praticado hoje em dia, foi transmitido e aprimorado por vários professores, citamos aqui alguns dos mais renomados e conhecidos no mundo todo, por seus ensinamentos e contribuições a essa filosofia:

- Swami Kuvalayananda (1883-1966) - fundador do instituto Kaivalyadhama; mestre do professor Gerson D'Addio,

coordenador do curso de Yoga da Humaniversidade.

- Swami Sivananda (1887-1963) - Instituto Sivananda; do qual sou seguidora e formada na Divine Life Society e coordeno o curso de Yoga da Humaniversidade baseado nos seus ensinamentos.

- Krishnamacharya (1887-1998) mestre de yoga de seu filho, T.K.V. Desikachar, que criou o método Viniyoga; mestre de seu cunhado B.K.S. Lyengar, criador do estilo que leva seu nome; e de Pattabhi Jois, do estilo Ashtanga Yoga.

Há muitos métodos de yoga disponíveis atualmente. Conheceremos agora um pouco dos mais populares: Iyengar yoga - popular por utilizar em suas práticas vários tipos de materiais auxiliares, como cintos, blocos, sacos de tecidos, cadeiras, almofadas, preza pela precisão na execução das posições. Iyengar tem vários livros escritos em diversos idiomas e é um professor carismático e severo. Fundou o instituto Ramamani Iyengar Memorial em 1974.

Ashtanga Yoga - método mais popular entre ocidentais que gostam de um estilo pesado e que faça suar, une várias técnicas do Yoga numa seqüência fixa de movimentos precisos e fortes.

Sivananda Yoga - criado pelo discípulo direto de Sivananda, swami Vishnu Devananda, possui uma seqüência fixa de 12 posturas, além de pranayamas, mantra, relaxamentos e uma rígida disciplina filosófica e espiritual. Possui centros de Yoga espalhados por todo o mundo e uma infinidade de professores que divulgam o lema de Sivananda: SERVE, AMA, MEDITA E REALIZA-TE.

Sattva Yoga - criado por Gustavo Ponce, estudou na Índia diretamente com Yogendra, Iyengar, Pattabi Jois e Desikachar. É um método de 45 posturas com ou sem parede, feito para suas próprias necessidades, por suas limitações físicas e recuperação de sua saúde após séria doença do qual foi vítima. É um método inovador e que só é ensinado em São Paulo, no meu curso, pela professora Prema Gam.

O Yoga vem sofrendo transformações desde então, assim como muda a cultura e a sociedade indiana e a humanidade, a filosofia apesar de ser a mesma se adapta ao mundo moderno. É importante saber que qualquer método deve conter todos os principais tipos que são Raja, Bhakti, Karma, Jñana e qualquer que seja o nome é ainda, Hatha yoga, ou melhor ainda, YOGA, na sua mais pura e simples definição: aquilo que cria união, que desfaz a ilusão da separação, não o que exclui, divide e separa. Os diversos nomes são as diversas maneiras que o Yoga se adapta as diversas pessoas. Iyengar deu a seu método seu nome por ter sua maneira de ensinar, assim como outros professores o fazem.

Poderia chamar minha maneira de ensinar, que é única, de 'Juliana Yoga'. Assim como todos os professores podem fazê-lo, contanto que não nos esqueçamos que Yoga é, sempre foi e sempre será simplesmente Yoga.

Leia também a primeira parte do texto: Tipos e estilos de Yoga