PUBLICIDADE

Retomar a carreira após a maternidade exige esforço, mas é possível

Consultora dá dicas para você enfrentar o desafio com mais segurança

Não adianta negar. Depois que nascem os filhos e passada a fase da licença, a dúvida vem forte: dar continuidade a carreira ou se dedicar integralmente às crianças? A grande maioria das mães que já trabalhou fora vive esse dilemaO lado positivo de voltar ao batente após a maternidade é o fato de que a mulher já está realmente decidida quanto a isso e poderá se dedicar ao trabalho e aos filhos de modo mais consciente. "Nessa fase, ela já vivenciou a experiência da maternidade e têm condições de avaliar suas reais possibilidades

em crescer na empresa", avalia a consultora de RH da Catho, Glaucia Santos. A outra face da moeda deve-se à dificuldade que muitas mães encontram em conciliar o cuidado dos filhos com o trabalho. Neste caso, é muito importante que elas já tenham em vista alguém de confiança para ajudar. "Logo que retornei ao trabalho, foi complicado. O bebê não se adaptava na escolinha e eu não queria uma babá em casa, acabei perdendo o foco no meu dia-a-dia no escritório", conta a economista Maria Eduarda de Oliveira, de Limeira, em São Paulo.

De outro lado, as mães que optam por ficar em casa e acompanhar os pequenos de perto tem ao seu favor a plena dedicação aos filhos e a possibilidade de acompanhar cada etapa do desenvolvimento deles. "Como estava em uma fase de transição de emprego, escolhi ficar um tempo em casa com as crianças. É cansativo, mas compensador", avalia Carolina Guimarães, de Brasília. "Às vezes, dá vontade de voltar à ativa, mas fico meio perdida, sem saber por onde começar", diz ela. Em parte, esse é o contraponto de ficar muito tempo afastada da profissão. A dificuldade destas mães em se inserir novamente no mercado de trabalho. "Normalmente, existe uma certa objeção das empresas por profissionais que estão há mais de seis meses fora do mercado", explica a consultora da Catho.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Nesse campo, as mulheres enfrentam uma realidade cruel. Para os empregadores, profissionais desempregados há muito tempo podem passar a impressão de desatualizados e pouco empenhados na busca pela recolocação. Além disto, o fato de ter um filho pequeno pode ser visto de modo prejudicial, indicando que a mulher não terá tanta disponibilidade para o trabalho em função da maternidade. "Quando a profissional decide voltar é importante que busque atualizar-se em sua área, seja realizando um curso de extensão, lendo jornais e revistas. Isto facilitará nas buscas pelo emprego e no desempenho durante as entrevistas", ensina Gláucia Santos.

O segundo passo para a retomada da carreira é elaborar um ótimo currículo, com destaque para os conhecimentos e resultados alcançados em sua atuação. "A profissional deve atentar-se para não deixar explícito o tempo que está afastada do mercado de trabalho (caso tenha permanecido por mais de 6 meses), citando apenas os anos de entrada e saída de cada empresa", recomenda a consultora de RH de São Paulo. Depois, é hora de disparar o currículo ao maior número de vagas possíveis, de acordo com o objetivo profissional, e utilizar recursos como a Internet, jornais, agências e também acionar sua rede de contatos. "O networking pessoal é o principal responsável pelo retorno de profissionais no mercado", explica Gláucia.

Durante a fase de transição da casa para o trabalho é necessário que o retorno ocorra gradualmente para que exista tempo suficiente da adaptação da mulher a nova rotina e de seus filhos e familiares ao novo cenário sem a mãe por perto o tempo todo. "É importante conscientizar a todos sobre as mudanças que ocorrerão e verificar quem será o responsável pelo cuidado das crianças em sua ausência", diz a consultora da Catho. Quanto mais segura a profissional estiver em relação ao dia-a-dia de seus filhos, mais tranquila ficará para focar no trabalho durante sua jornada no escritório.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)