PUBLICIDADE

Setembro Amarelo: um mês inteiro para olhar para dentro de si

Sua vida é o bem mais precioso que existe, e todos os dias tem uma oportunidade de fazê-la valer a pena

Você já deve estar percebendo as "fitinhas" amarelas espalhadas pelas campanhas publicitárias. Elas estão por aí porque Setembro Amarelo foi o mês escolhido para conscientizar a população de que o suicídio é prevenível (e de quais maneiras esta prevenção pode acontecer).

Suicídio é um tema pesado e, quando não acomete alguém próximo, parece pouco real. No entanto, ele acontece com 11 mil pessoas por ano só no Brasil. O que leva tantas pessoas a tirarem a própria vida podem ser diversas doenças, como depressão, alcoolismo e transtorno bipolar, bem como algumas perdas importantes. No entanto, todas estas causas estão ligadas a um sofrimento profundo, que poderia ser atenuado com a ajuda correta.

Viver sofrendo não é uma opção. As doenças psiquiátricas acometem as pessoas silenciosamente, que às vezes não buscam ajuda por preconceito, receio ou até vergonha. Por isso, o Minha Vida decidiu que neste Setembro Amarelo vamos convidar você a um mergulho em si mesmo, buscando toda a vida que existe aí dentro, e fazendo com que ela valha a pena ser vivida.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Para entender quais as maiores questões que mexiam com o emocional de nossos leitores, o Life Insights, departamento do Minha Vida dedicado a pesquisas, fez um levantamento que recebeu 977 respostas. Entre os resultados, podemos entender que havia 4 temas muito presentes: Estresse, Ansiedade, Depressão e Autoestima.

De quem respondeu, 85% sofriam com ansiedade. A condição era comum a todos os sexos e faixas etárias, mas mais frequente em mulheres e mais jovens. Quem sofria com ansiedade era, em geral, quem também enxergava o estresse como algo ruim

Entre estas pessoas, um dado interessante é que 41% não estão felizes com a sua vida atualmente. Não se pode dizer que a depressão é o antônimo de felicidade, mas é importante ficar atento aos sintomas da doença. A maior causa apontada de desconforto é não se adequar ao padrão corporal. Este é um dos fatores que podem acabar com a nossa autoestima.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Por isso, a cada semana do mês falaremos sobre um destes assuntos, sob diversos aspectos. Veja os temas que você verá aqui no site:

Vamos nessa?

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Cinthya Dávila, Lara Deus e Kalel Adolfo, equipe de Família e bem-estar do Minha Vida