6 itens essenciais para manter a pele do bebê saudável

Para manter a pele do bebê saudável, são necessários produtos voltados especialmente para os pequenos; veja quais são

Manter a pele do bebê saudável exige cuidados especiais. Afinal, o tecido cutâneo dos pequenos é extremamente delicado e precisa de atenção dos pais em momentos como o banho ou mesmo na hora de passar loções e outros produtos dermocosméticos.

Para saber como manter a pele do bebê sempre fresquinha e saudável, conversamos com especialistas que indicaram os itens essenciais para ter sempre disponíveis para a saúde dermatológica dos pequenos.

Itens para manter a pele do bebê saudável

Para que a pele do bebê esteja sempre saudável, é importante ter sempre em vista os seguintes produtos:

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

1 - Sabonete hipoalergênico adequado ao pH da pele do bebê

2 - Hidratante infantil

3 - Creme de barreira (pomada)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

4 - Lenços umedecidos

5 - Protetor solar fator 30 (no mínimo)

6 - Algodão e água morna

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

A recomendação dos itens acima deve-se às características da própria pele dos bebês. Por terem o tecido cutâneo com uma textura mais fina, delicada e sensível do que adultos, os bebês necessitam de artigos dermocosméticos produzidos especialmente para a pele infantil.

"É importante saber escolher bem os produtos usados na pele do bebê, que não devem ser os mesmos para a pele do adulto. O pH da pele do bebê é diferente da pele do adulto. Então os pais devem optar por um produto que respeite esta diferença", avisa a pediatra Patrícia Rezende, do Grupo Prontobaby.

Os produtos citados são importantes para a hora do banho do bebê - higienização que, por sinal, deve ser bem rápida - para não agredir o corpo do neném - e realizada todos os dias.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

"Os banhos devem ter, no máximo, cinco minutos de duração. Quando for realizá-lo, use sabonetes líquidos que não interfiram no pH da pele do bebe e não use esponjas, mesmo que suaves, para evitar agressões na pele", diz Manoela Fassina, dermatologista da Clínica Leger.

A pediatra Patrícia também recomenda passar o creme de barreira (pomada) para evitar assaduras devido ao contato com resíduos, como urina e fezes, e o hidratante corporal infantil logo após o banho. "É quando a pele consegue absorver melhor a hidratação", explica a médica.

Lenços umedecidos

A higienização feita com lenços umedecidos é uma alternativa prática aos pais na hora de trocar a fralda. Entretanto, não é necessário que sejam usados de forma recorrente.

"Deixe os lenços umedecidos para serem usados na rua, em situações em que você não tenha acesso à água morna. Opte por algodão e água morna, ou produtos específicos disponíveis em farmácias, desde que não agridam a pele do bebê e ajudem a retirar os resíduos", explica Manoela.

Cuidado com o sol

Por apresentarem uma quantidade menor de melanina, bebês, de uma forma geral, são bastante fotossensíveis e, consequentemente, têm uma chance maior de desenvolverem queimaduras solares.

Por esse motivo, o uso do protetor solar é importante desde cedo. "Sabemos que [essa vulnerabilidade ao sol] está relacionada a uma maior chance de desenvolver câncer de pele na fase adulta. A partir dos seis meses de idade, podemos começar a usar protetor solar que seja, pelo menos, de fator 30", indica Manoela.

Produtos de pele para bebês: atenção

Ao escolher itens para a pele do bebê, vale a pena atentar-se à composição dos produtos. É importante, por exemplo, evitar artigos com parabenos, que não sejam hipoalergênicos ou não tenham Ph equilibrado, que não tenham passado por testes dermatológicos ou que tenham conservantes que possam agredir a pele do neném.