1 pessoa perguntou:

Na cesárea, amarrar os braços da mulher configura violência obstétrica?

  • Respondido em 29/05/2019
    Dr. Hemmerson Henrique Magioni Ginecologia e Obstetrícia - CRM 34455/MG
    especialista minha vida
    Olá,

    Por muitos anos, as mulheres foram orientadas a manter as mãos amarradas durante a cesariana, no intuito de evitar que ela, de maneira involuntária, contaminasse o campo operatório. Hoje em dia, a qualidade do bloqueio anestésico para uma cesariana evoluiu demais. As mulheres não são mais sedadas e ficam lúcidas durante todo o procedimento. Então os riscos de contaminação involuntária são praticamente zero. Por isso, nos dias de hoje, uma mulher ser amarrada de forma agressiva sem sua permissão ou seu consentimento pode ser entendido como uma atitude de desrespeito.

    No Instituto Nascer, não amarramos os braços das mulheres durante a cesariana e adotamos algumas medidas simples para transformar a vivência de uma cesariana numa experiência mais agradável e humana. Abaixamos o campo cirúrgico para que ela possa ver seu bebê saindo da barriga, mantemos a sala em meia luz e colocamos uma pequena música de fundo. São pequenas atitudes de respeito à mulher e a esse momento tão especial. 

    PUBLICIDADE