PUBLICIDADE

Ovulação: o que é, sintomas e como calcular

Saber quando a ovulação ocorre é fundamental para quem pretende engravidar

O que é ovulação

A ovulação é o nome dado ao processo de liberação de um óvulo maduro pelo ovário. Essa ação ocorre, geralmente, uma vez por mês no corpo feminino. Quando mais de um óvulo é liberado, há maiores chances de ocorrer uma gestação gemelar.

Quando a ovulação acontece, significa que o corpo está no seu ápice de fertilidade, apto para ter os óvulos fecundados por espermatozóides.

Foto: shutterstock/Shidlovski
Foto: shutterstock/Shidlovski

Sintomas

Os sintomas de ovulação se diferem de uma mulher para outra. Em alguns casos, esse processo pode passar despercebido para algumas mulheres. O médico ginecologista e obstetra Marcos Tcherniakovsky explica que, no geral, os sintomas se dividem em quatro:

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Alta libido: No período ovulatório, é comum a mulher se sentir mais estimulada sexualmente;

Alteração da secreção: O muco vaginal fica consistente e em maior quantidade, com uma textura parecida com clara de ovo;

Aumento a temperatura: O organismo normalmente mede entre 36 e 37 graus. Durante o período pós-ovulatório, ocorre um aumento de 0,3 a 0,5º na temperatura basal, que é quando o corpo está em repouso, durante o sono. Sua medição deve ocorrer assim que acordar;

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Dor: Algumas mulheres sentem dor pélvica durante a ovulação. Isso acontece porque quando o óvulo se solta do ovário, ele rompe a estrutura que o envolve.

Como calcular a ovulação

O cálculo da ovulação é feito de acordo com a duração do ciclo menstrual, período entre o primeiro dia de cada menstruação que costuma ser único para cada mulher. A duração média é de 28 dias.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Por isso, é importante conhecer bem o próprio corpo e manter anotações da periodicidade de cada menstruação.

Em mulheres com o ciclo regular, a ovulação ocorre cerca de 14 dias antes da menstruação. Eduardo Motta, médico ginecologista do Hospital Sírio-Libanês, explica que, para realizar o cálculo, basta saber o número de dias desde o primeiro dia da menstruação até o primeiro dia da próxima. Deste número subtraia 14 e se terá o provável dia do ciclo em que ocorrerá da ovulação.

Exemplo 1: Se o intervalo é de 36 dias, a ovulação provavelmente ocorre no 22ª dia (36 - 14 = 22).

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Exemplo 2: Se o intervalo é de 30 dias, a ovulação provavelmente ocorre no 16ª dia (30 - 14 = 16).

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Exemplo 3: Se o intervalo é de 34 dias, a ovulação provavelmente ocorre no 20ª dia (34 - 14 = 20).

Nos casos de ciclo desregulado, não é possível calcular o dia da ovulação de modo preciso. Porém, é possível detectar o período fértil de acordo com a observação de sinais do próprio corpo.

Teste de ovulação

Há algumas opções de testes de ovulação nas farmácias. As fitas reveladoras, por exemplo, mostram através da coloração da listra se a ovulação está acontecendo ou não. Nesse teste, a mulher coloca a secreção vaginal na fita.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Já o teste de ovulação de urina identifica se um hormônio está presente no xixi. Antes do início da ovulação, ocorre a elevação dos níveis sanguíneos do hormônio LH que será eliminado na urina. Quando o teste dá positivo, quer dizer que ele começou a atuar para estimular a ovulação.

Foto: shutterstock/Brunopui
Foto: shutterstock/Brunopui

A partir da detecção do pico do LH no teste, é possível concluir que está no período fértil e prestes a ovular e fecundar.

"Recomenda-se que a partir do oitavo ao décimo dia do ciclo, se pesquise este hormônio na urina através de uma fita. Quando o hormônio for detectado (teste positivo), significa que a ovulação deverá ocorrer em 24 horas", explica Eduardo Motta.

Dor na ovulação

Não é comum que a mulher sinta dores fortes durante a ovulação. Porém, devido ao processo inflamatório que pode gerar na liberação do óvulo, algumas sensações desagradáveis podem aparecer:

Os especialistas alertam que, se a dor permanecer por mais de um dia ou ficar muito intensa e constante, pode ser sinal de endometriose, mioma, cistos, entre outros males que acometem a região pélvica. Por isso, é importante a consulta com um ginecologista.

Ovulação tardia x Ovulação precoce

Esses termos são utilizados para descrever a variedade nas datas de quando ocorre a liberação dos óvulos.

Ovulação tardia: Aquela que ocorre após o 21º dia do ciclo. Pode ocorrer por estresse, alterações de tireóide, fatores emocionais, infecções, entre outros fatores.

Ovulação precoce: Aquela que ocorre entre o 8º ao 10º dia do ciclo. As causas podem ser as mesmas da ovulação tardia.

Dessa forma, para as mulheres que planejam engravidar, é importante acompanhar o modo como seu período menstrual funciona para que se entenda quando a ovulação irá acontecer.

Diferença entre período fértil e ovulação

A ovulação é o processo de liberação do óvulo pelos ovários. Já o período fértil engloba os dias que precedem e sucedem a ovulação, que são mais favoráveis à gravidez, já que o processo para liberar o óvulo está em andamento.

Depois de liberado, o óvulo fica disponível para fecundação por até 24 horas. Já os espermatozóides podem durar 72 horas no trato genital feminino. Logo, é considerado período fértil por volta de três dias antes da ovulação e até dois dias depois da mesma.

O que acontece com o corpo após a ovulação?

De acordo com Marcos Tcherniakovsky, há um processo que se divide em três partes durante a ovulação.

Fase proliferativa: quando ocorre o crescimento do óvulo;

Fase ovulatória: quando o óvulo é liberado;

Fase secretora: quando a progesterona age até que a mulher menstrue novamente, se não há fecundação. Com a menstruação, o ciclo recomeça.

A progesterona é o hormônio responsável por preparar o útero para receber o óvulo fecundado e também o responsável pela TPM (Tensão Pré-Menstrual). Além disso, esse hormônio também causa a retenção de líquido e a alteração de humor, sintomas comuns antes de que o ciclo menstrual se inicie.

Fontes

Marcos Tcherniakovsky, médico ginecologista e obstetra, CRM 69445 SP

Eduardo Motta, médico ginecologista do Hospital Sírio-Libanês, CRM 59938 SP

Beatriz de Brito Barbosa, médica ginecologista e obstetra da Clínica Mantelli, CRM 107937 SP

Fernanda Torras, médica ginecologista, mastologista e obstetra, CRM 130332

Cristina Carvalho, geneticista especialista em reprodução humana do Laboratório Igenomix