PUBLICIDADE

5 exercícios para evitar a canelite de uma vez por todas

A canelite apresenta fortes dores e pode fazer com que você tenha dificuldades de se movimentar

O que é canelite

Canelite ou periostite é o processo inflamatório da membrana que envolve a tíbia, o periósteo. Depois do fêmur, a tíbia é o maior osso do corpo humano, localizado na canela.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

É uma doença crônica causada pela repetição de movimentos. Afinal, repetir movimentos exige a ação dos músculos que envolvem a tíbia, exercendo tração e provocando inflamações.

Normalmente esses movimentos repetitivos que afetam a tíbia e provocam canelite são relacionados com exercícios que exigem passos e saltos. Ou seja, caminhada, corrida (seja na rua ou na esteira) e esportes como vôlei e basquete.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Como identificar

O principal sintoma da canelite é a dor na região da canela. É sentida inicialmente durante o exercício físico e ameniza após algumas horas. Porém, evolui para uma dor persistente mesmo com o descanso, podendo até mesmo fazer com que você tenha muita dificuldade de andar e realizar movimentos do dia a dia, como levantar e sentar.

Exercícios para prevenir a canelite

A melhor forma de evitar o desenvolvimento da canelite é a prevenção com exercícios localizados para aumento da resistência dos músculos envolvidos na ação de flexão e extensão do tornozelo e pé.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

1. Ponta do pé

Apoio na ponta do pé - Foto: Shutterstock
Apoio na ponta do pé - Foto: Shutterstock

2. Calcanhares

3. Caminhada na ponta dos pés

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Apoio sobre o calcanhar - Imagem: Shutterstock
Apoio sobre o calcanhar - Imagem: Shutterstock

4. Caminhada sobre os calcanhares

5. Dorsiflexão (com caneleiras ou elástico)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Outras dicas para evitar a doença

Respeitar seus limites durante as atividades é fundamental. Aumentar o volume de treino, carga, intensidade sem um acompanhamento profissional e respeitando etapa por etapa pode aumentar as chances de ter canelite.

Por isso, também é importante que você respeite o tempo de recuperação adequado entre os exercícios.

Atente-se também ao seu tênis. O tipo de piso, impacto e atrito gerados também são co-responsáveis pela canelite. Quanto mais duro e maior o atrito do calçado com o piso, maior a chance de desenvolver a doença.

Tratamentos para canelite

Uma vez que surge, a canelite exige a parada temporária do treinamento que a causou.

Se você for um corredor, deve parar com a corrida e exercitar-se com bicicleta, minimizando a perda da capacidade aeróbia, por exemplo.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Os exercícios serão reintroduzidos desde que os sintomas desapareçam por completo e, terminada a reabilitação, deverão fazer parte do treinamento para evitar que apareça novamente.

Como evitar lesões durante exercícios

Descubra por que você deve pausar os exercícios ao ficar doente

Saiba o que fazer ao ter lesões numa caminhada

Veja as lesões mais comuns de quem pratica corrida