Câncer de laringe: sintomas, tratamentos e causas

REVISADO POR
Dr. Luiz Paulo Kowalski
Cirurgia de Cabeça e Pescoço - CRM 36404/SP
especialista minha vida

Visão Geral

O que é Câncer de laringe?

A laringe é a parte da garganta que contém as cordas vocais e participa da fala, mas tem outras importantes funções como a respiração e a proteção dos pulmões da aspiração de alimentos na deglutição. A laringe pode ser acometida por um dos cânceres mais comuns a atingir a região da cabeça e pescoço, representando cerca de 25% dos tumores malignos que acometem esta área e 2% de todas as doenças malignas. Aproximadamente 2/3 desses tumores surgem na corda vocal verdadeira e 1/3 acomete a laringe supraglótica (ou seja, localizam-se acima das cordas vocais).

O que é câncer de laringe? - SAIBA MAIS
1 de 9

Fatores de risco

Há uma nítida associação entre a ingestão excessiva de álcool e o vício de fumar com o desenvolvimento de câncer nas vias aerodigestivas superiores. O tabagismo é o maior fator de risco para o desenvolvimento do câncer de laringe.

Quando a ingestão excessiva de álcool é adicionada ao fumo, o risco aumenta para o câncer supraglótico. Pacientes com câncer de laringe que continuam a fumar e beber têm probabilidade de cura diminuída e aumento do risco de aparecimento de um segundo tumor primário na área de cabeça e pescoço.

Outros fatores de risco representam menos impacto, entre eles algumas exposições profissionais, dieta pobre em frutas e verduras, infecção por HPV e refluxo gastroesofágico.

Sintomas

Sintomas de Câncer de laringe

O primeiro sintoma é o indicativo da localização da lesão. Assim, odinofagia (dor de garganta) sugere tumor supraglótico e rouquidão indica tumor glótico e falta de ar é mais frequente em tumores subglóticos (abaixo das cordas vocais). Estes sintomas permanecem por mais de 15 dias e tendem a piorar

O câncer supraglótico geralmente é acompanhado de outros sinais e sintomas como a alteração na qualidade da voz, disfagia leve (dificuldade de engolir) e sensação de um "caroço" na garganta.

Nas lesões avançadas das cordas vocais, além da rouquidão, pode ocorrer dor na garganta, disfagia e dispneia (dificuldade para respirar ou falta de ar).

Alguns pacientes têm como primeira manifestação o aparecimento de um nódulo no pescoço. Outros podem apresentar pigarro ou tosse persistentes. Sintomas severos como falta de ar, perda de peso e astenia são menos frequentes.

Diagnóstico e Exames

Buscando ajuda médica

É importante buscar um médico na presença de sintomas como rouquidão, dor ou dificuldade para engolir, pigarro ou tosse persistente e de caráter progressivo, que durem mais de 15 dias. Na presença de falta de ar, o médico deve ser consultado imediatamente.

O médico deve realizar um exame chamado laringoscopia, que permite a visualização da região da laringe. Somente abrir a boca e usar espátula para abaixar a língua não permite a visualização da laringe. Este exame incompleto é a causa de muitos atrasos no diagnóstico.

Tratamento e Cuidados

Tratamento de Câncer de laringe

De acordo com a localização e estágio do câncer, ele pode ser tratado com cirurgia e/ou radioterapia e com quimioterapia associada à radioterapia. Para pacientes com tumores em estádio inicial existem possibilidades de tratamento curativo com cirurgias conservadoras, as chamadas laringectomias parciais que podem ser realizadas por incisão no pescoço ou por via endoscópica usando-se equipamento a laser. Estas cirurgias preservam a voz. Como alternativa o paciente pode ser submetido a radioterapia

Por outro lado, para pacientes com tumores avançados, em alguns casos, com o intuito de preservar a voz, a radioterapia pode ser selecionada primeiro, deixando a cirurgia para o resgate quando a radioterapia não for suficiente para controlar o tumor. Com este tratamento, cerca de 2/3 dos pacientes elegíveis podem ter sua laringe preservada.

Para pacientes com tumores muito avançados não existe outra possibilidade de tratamento curativo sem a perda total da laringe, a laringectomia total. Mesmo nesses casos as taxas de cura são altas, o paciente pode continuar a deglutir alimentos e pode-se reabilitar a fala com fonoterapia ou instalação de próteses traqueoesofáticas, conhecidas como válvulas de fala.

Convivendo (prognóstico)

Convivendo/ Prognóstico

O prognóstico de pacientes com cânceres de laringe iniciais é excelente, sendo altas as taxas de cura e a reabilitação da fala é muito boa. Muitos pacientes apresentam voz praticamente normal ou normal. Por outro lado, pacientes com tumores mais avançados podem ter alterações importantes ou até perda da voz, mas as taxas de controle da doença são, em geral, mais elevadas que as observadas em outros carcinomas epidermóides de cabeça e pescoço

Prevenção

Prevenção

Para prevenir o aparecimento do câncer de laringe a principal recomendação é não fumar e não consumir bebidas alcoólicas em excesso. Também ter uma dieta rica em verduras e frutas (particularmente as cítricas) podem ter efeito significativo.

Fontes e referências