PUBLICIDADE

Estudo comprova que ato de perdoar alivia o estresse

Perdão atenua problemas físicos e mentais do dia a dia

Em recente estudo publicado no periódico científico Journal of Health Psychology, foi constatado que o perdão, seja aos outros ou a si mesmo, possui poder de minimizar os males causados pelo estresse.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Pesquisadores da Universidade da Califórnia e Luther College, nos Estados Unidos, solicitaram que 148 jovens adultos, respondessem um questionário e, entre os itens a serem preenchidos, constavam: níveis de estresse durante a vida, tendência ao perdão e saúde física e mental.

Os pesquisadores puderam constatar que, apesar dos níveis de estresse, aqueles que se dispunham a perdoar, eliminavam problemas físicos e mentais causados por qualquer situação estressante decorrentes em suas vidas.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Loren Toussaint, professor de psicologia da Luther College e um dos principais pesquisadores envolvidos no estudo, afirma que: "O ato de perdoar funciona como uma espécie de amortecedor contra o estresse. Se você não tem tendência para perdoar, sente os efeitos brutos do estresse de forma absoluta. " Toussaint ressalta também que é possível aprender a perdoar, sendo uma prática comum em sessões de terapia.

Apesar de não haver confirmação categórica de que o perdão possui a capacidade de trazer benefícios à saúde, combatendo os males do estresse, os pesquisadores consideram que pessoas mais flexíveis lidam melhor com adversidades e reagem melhor em situações estressantes.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Saúde emocional

A psicóloga Adriana Araújo, especialista do Minha Vida, explica que o perdão é processo de conseguir finalizar a dor sentimental causada pelo ressentimento, magoa ou raiva contra uma pessoa ou si próprio, tendo como base uma ofensa percebida, diferenças de opiniões, erros cometidos, fracassos, traições, mentiras, ente outros.

De acordo com Adriana, este mal-estar gera angústia, exigência de castigo, necessidade de restituição e algo que possa compensar o sentimento de perda e engano sofrido. Com isso, a vingança e revanche, muitas vezes, é o caminho que mais parece ser útil, prático e rápido. Porém, gera mais dor e sofrimento que qualquer erro cometido: é amargo e pouco saudável. Veja a importância de perdoar e pedir perdão para a saúde emocional.