Queda de cabelo e unhas fracas: será que suas vitaminas estão em dia?

A falta de nutrientes pode causar diversos problemas para a saúde, incluindo a queda de cabelo e o enfraquecimento das unhas

O tempo todo nosso organismo nos dá recados claros de como a nossa saúde está. Mas, com a correria do dia a dia, esses sinais podem passar despercebidos e então só são notados quando estão mais intensos, como aquela queda de cabelo excessiva e aparentemente sem explicação, ou as unhas fracas e quebradiças.

Esses dois problemas, aliás, podem ter diferentes causas. Quando se trata somente das unhas fracas, a origem pode estar nos procedimentos de salões de beleza, caso do uso constante de acetona e lixa1, além da síndrome das unhas fracas e a falta de nutrientes, como o zinco2.

Já a queda de cabelo também pode estar associada à carência de nutrientes, caso do ferro3, assim como a questões genéticas4 e ao estresse5.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Deficiência de vitaminas e minerais

Reparou que a falta de vitamina aparece como possível causa em ambos os problemas? Mas, outro detalhe para ficar atento e buscar ajuda médica, é quando a queda de cabelos e as unhas fracas aparecem juntas, pois reforçam a necessidade de nutrientes.

Os alimentos, independente de ser um carboidrato, uma proteína ou estar em outra categoria, têm vitaminas e minerais essenciais para o corpo funcionar corretamente6 e, sem esses nutrientes o organismo se torna mais suscetível a determinadas doenças e sintomas, uma vez que o sistema imunológico fica fragilizado7.

Portanto, investir em dietas desbalanceadas ou restritivas sem acompanhamento médico pode ser prejudicial para o organismo, já que elas buscam retirar determinados grupos de alimentos do cardápio. Mas, comer demasiadamente também não é garantia de mais nutrição8, portanto o ideal é seguir uma dieta com bastante variedade de alimentos.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Como resolver a queda de cabelo e as unhas fracas?

O primeiro passo para diminuir a queda de cabelo e fortalecer as unhas é procurar ajuda médica. Neste caso, o especialista indicado é o dermatologista1, que fará uma pesquisa clínica do seu caso para entender melhor a origem do problema.

Se a falta de nutrientes for confirmada, uma das possibilidade para ajudar na manutenção das unhas e cabelos pode ser a suplementação vitamínica. Pharmaton Mulher foi desenvolvido justamente para ajudar o organismo feminino nesses quesitos. O produto é fonte de minerais como zinco, que estimula a produção de queratina2, base dos fios capilares e das unhas.

Além disso, outros hábitos podem colaborar para deixar as unhas e os cabelos mais fortes. No caso dos cuidados com a manicure, deixe a unha respirar, pelo menos, três dias entre uma esmaltação e outra1; não retire a cutícula, pois ela é uma proteção importante para evitar fungos e bactérias1; e use luvas para mexer com água e produtos de limpeza1.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Já para evitar a queda dos fios, invista em atitudes como: evite estresse intenso5 e o uso constante de secador e chapinha.

Referências

1- Sociedade Brasileira de Dermatologia. Cuidados com as unhas. Disponível em: https://www.sbd.org.br/dermatologia/unha/cuidados/cuidados-com-as-unhas/. Acesso em 30 de junho de 2020.

2 - Ritta, J.C.F; Silva, J. M. OLIGOTERAPIA COMO TRATAMENTO COMPLEMENTAR PARA DEFICIÊNCIA NUTRICIONAL DO MINERAL ZINCO. Revista Saúde Quântica, v. 4, n. 4 2015. Disponível em: https://www.uninter.com/revistasaude/index.php/saudequantica/article/view/474/262. Acesso em 30 de junho de 2020.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

3 - Cançado, R.D.; Lobo, C.; Friedrich, J.R. Tratamento da anemia ferropriva com ferro por via oral. Revista Brasileira de Hematologia e Hemoterapia. vol.32 supl.2 São Paulo June 2010. Epub June 11, 2010. https://doi.org/10.1590/S1516-84842010005000062

4 - Júnior, F.T.B. Calvície feminina: classificação proposta. Revista da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica. 2006; 21(4): 196-202. Disponível em: https://pesquisa.bvsalud.org/portal/resource/pt/lil-464810. Acesso em 30 de junho de 2020.

5 - Sociedade Brasileira de Dermatologia. Eflúvio Telógeno. Disponível em: https://www.sbd.org.br/dermatologia/cabelo/doencas-e-problemas/efluvio-telogeno/56/. Acesso em 30 de junho de 2020.

6 - Associação Brasileira de Nutrição. Nutrologia. Disponível em: http://abran.org.br/nutrologia/. Acesso em 30 de junho de 2020.

7 - Ferreira, S.R.G. Alimentação, nutrição e saúde: avanços e conflitos da modernidade. Ciência e Cultura, vol.62 no.4 São Paulo Oct. 2010Disponível em: http://cienciaecultura.bvs.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0009-67252010000400011. Acesso em 30 de junho de 2020.

8 - Eisenstein, E.; Coelho, K.S.C.; Coelho, S.C.; Coelho, M.A.S.C.. Nutrição na adolescência. Disponível em: http://www.jped.com.br/conteudo/00-76-s263/port.pdf. Acesso em 30 de junho de 2020.