Calafrios

Visão Geral

O que é Calafrios?

Calafrios se referem à sensação de frio após a exposição a um ambiente frio. A palavra também se refere a um episódio de tremor acompanhado por palidez e sensação de frio.

Causas

Entre as causas de calafrios estão:

  • Exposição a um ambiente frio
  • Infecções virais e bacterianas -Gastroenterite bacteriana
  • Resfriados
  • Mononucleose infecciosa
  • Gripe
  • Meningite
  • Pneumonia
  • Infecção de garganta por estreptococo
  • Gastroenterite viral
  • Infecções do trato urinário, como pielonefrite

Sinônimos

Tremor

tremor

Mais sobre Calafrios

Procure um médico se os calafrios tiverem essas características:

  • Houver rigidez no pescoço, confusão mental, muita irritabilidade ou lentidão.
  • Houver tosse significativa, dificuldade para respirar, dor ou queimação abdominal ou micção frequente.
  • Uma criança com menos de 3 meses tiver temperatura igual ou maior que 38,3 C.
  • Uma criança entre 3 meses e 1 ano tiver febre por mais de 24 horas.
  • A febre permanecer acima de 39,5 C após uma ou duas horas de tratamento em casa.
  • A febre não melhorar em 3 dias ou durar mais de 5 dias.

Considerações

O arrepio está associado à sensação de frio, mas não necessariamente a calafrios ou febre. O arrepio eriça os pelos do corpo para formar uma camada de isolamento.

Os calafrios podem ocorrer no começo de uma infecção e geralmente estão associados à febre. Os calafrios são provocados pela contração e relaxamento rápidos dos músculos e são a forma pela qual o corpo gera calor quando sente que está frio. Os calafrios muitas vezes indicam a chegada iminente de uma febre ou um aumento da temperatura corporal.

Os calafrios também podem representar um sintoma significativo e consistente em algumas doenças como a malária.

Calafrios são comuns em crianças pequenas. Em geral, as crianças tendem a ter febres mais altas do que os adultos. Qualquer doença leve pode produzir febre alta em crianças pequenas.

Os bebês não tendem a ter calafrios evidentes, mas qualquer febre em um bebê de 6 meses ou menos deve ser informada ao médico. A febre em bebês de 6 meses a 1 ano também deve ser informada, a menos que os pais conheçam a causa com certeza absoluta.

Diagnóstico e Exames

Na consulta médica

O médico fará um histórico médico e o exame físico.

As perguntas do histórico médico poderão incluir:

  • É simplesmente uma sensação de frio?
  • Você está tremendo realmente?
  • Qual foi a temperatura mais alta relacionada aos calafrios?
  • Os calafrios apareceram somente uma vez ou houve vários episódios separados?
  • Quanto dura cada ataque (quantas horas)?
  • Os calafrios aconteceram de 4 a 6 horas após a exposição a alguma substância a que você ou seu filho sejam alérgicos?
  • Eles começaram de repente?
  • Eles ocorrem repetidamente? Com que frequência (quantos dias entre um episódio de calafrios e outro)?
  • Que outros sintomas estão presentes?

O exame físico pode se concentrar na pele, olhos, ouvidos, nariz, garganta, pescoço, tórax e abdome. A temperatura corporal provavelmente será medida.

Os seguintes exames de diagnóstico podem ser realizados:

  • Sangue (como hemograma completo ou diferencial sanguíneo) e exames de urina (como urinálise)
  • Hemocultura
  • Cultura do escarro
  • Urocultura
  • Raio X do tórax

O tratamento depende de quanto tempo duram os calafrios e dos sintomas que o acompanham (especialmente febre).

Tratamento e Cuidados

Cuidados

A febre, que pode acompanhar os calafrios, é a resposta natural do corpo para uma série de doenças, por exemplo, uma infecção. Se a febre for branda (38,8  C ou menos) e sem outros sintomas, não será necessário tratamento profissional. Beba muito líquido e descanse bastante.

A evaporação resfria a pele e, portanto, reduz a temperatura corporal. Um banho de esponja com água agradavelmente morna (aproximadamente 21  C) pode ajudar a diminuir a febre. A água fria, entretanto, é incômoda e pode aumentar a febre porque ela pode provocar calafrios.

Medicamentos como paracetamol são eficazes para combater a febre em crianças.

Não se abrigue demais com cobertores se a sua temperatura estiver alta. Isso somente fará com que a febre aumente.

Cuidados em casa para uma criança

Se a temperatura da criança for maior que 38,8  C ou se a criança estiver incômoda, dê um analgésico em gotas ou comprimido. Dê preferência para analgésicos sem ácido acetilsalicílico (aspirina), como o paracetamol. O ibuprofeno também pode ser usado. Siga a dosagem recomendada na bula.

Crianças com sintomas de infecção viral não devem tomar aspirina por causa do risco de desenvolver síndrome de Reye.

Se a temperatura da criança for maior do que 39,7  C depois de uma ou duas horas de administração do medicamento para a febre, coloque a criança em uma banheira com água morna até o umbigo. Esfregue o corpo da criança com um pano ou uma toalha com água durante 20 minutos ou pelo tempo que for tolerado. Adicione água quente, conforme necessário, para manter a temperatura da água constante e impedir que a criança sinta tremores. Seque (sem esfregar) a criança com uma toalha seca.

  • Vistaa com roupas leves, ofereça líquidos e mantenha o quarto fresco, mas não desconfortável.
  • Não use água gelada nem fricção com álcool para diminuir a temperatura da criança. Isso pode provocar choque.
  • Não envolva uma criança febril em cobertores.
  • Não acorde uma criança dormindo para dar remédio ou medir a temperatura, pois o sono é mais importante.

Fontes e referências

  • Powell KR. Fever. In: Kliegman RM, Behrman RE, Jenson HB, Stanton BF, eds. Nelson Textbook of Pediatrics. 18th ed. Philadelphia, Pa:Saunders Elsevier;2007:chap 174.
  • Powell KR. Fever without a focus. In: Kliegman RM, Behrman RE, Jenson HB, Stanton BF, eds. Nelson Textbook of Pediatrics. 18th ed. Philadelphia, Pa:Saunders Elsevier;2007:chap 175.
ADAM logo

A.D.A.M., Inc. A reprodução ou distribuição das informações aqui contidas é estritamente proibida.
As informações aqui fornecidas não poderão ser usadas durante nenhuma emergência médica, nem para o diagnóstico ou tratamento de doenças. Um médico licenciado deverá ser consultado para o diagnóstico ou tratamento de todas as doenças. Ligue para 192 em caso de emergências médicas. Os links para outros sites são fornecidos apenas a título de informação e não constituem um endosso a eles.

Este conteúdo ajudou você?
Sim Não