PUBLICIDADE

Você sabe como o tratamento do câncer de próstata altera a saúde masculina?

Descubra se a fertilidade e a micção são afetadas pela cirurgia e pela radioterapia

O dia 17 de novembro é a data mundial de combate ao câncer de próstata, o segundo câncer mais comum entre os homens e o sexto tipo mais comum no mundo, de acordo com o Instituto Nacional do Câncer (INCA), no Brasil. A próstata é uma pequena glândula localizada logo abaixo da bexiga e que envolve a uretra - canal que liga a bexiga ao orifício externo do pênis. "Os tratamentos mais usados contra esse câncer são radioterapia e a retirada cirúrgica do tumor, sendo a quimioterapia usada em casos mais graves", explica o urologista José Roberto Colombo Jr., do Instituto do Câncer do Estado de São Paulo (ICESP).

Encarar radioterapia e até a cirurgia de retirada do tumor, apesar de desgastante, faz parte de um processo em busca da recuperação da saúde. Por isso, fomos atrás de especialistas para esclarecer as polêmicas sobre o tratamento de modo a finalizar esse episódio com o mínimo de sequelas. Conhecê-lo melhor é o primeiro passo para a luta. Tire suas dúvidas a seguir.

1/6

A ejaculação pode ser prejudicada com o tratamento.

2/6

O tratamento deixa o homem infértil.

3/6

Pode ocorrer algum tipo de disfunção erétil.

4/6

O homem continua capaz de ter um orgasmo.

5/6

O tratamento pode causar incontinência urinária

6/6

A sensibilidade na região do pênis fica diminuída com o tratamento.