Dor no pescoço

Visão Geral

O que é Dor no pescoço?

A dor posterior no pescoço é uma queixa comum, que acontece principalmente como uma consequência da má postura, como ao usar o computador ou ficar curvado em uma bancada. Artrite e outras doenças reumáticas também podem causar dor no pescoço.

Em alguns casos, a dor no pescoço pode ser sintoma de um problema mais sério. Procure atendimento médico se a dor é acompanhada por dormência e formigamento, perda de força nos braços ou mãos ou dor no peito.

Causas

A dor de pescoço pode ser causada por:

  • Uma atividade profissional ou esportiva que prejudica o pescoço
  • Uma lesão
  • Outra condição médica.

A dor no pescoço geralmente é causada por atividades que envolvem movimentos repetidos ou posturas prolongadas do pescoço. Isso pode resultar em uma fadiga (um músculo sobrecarregado em demasia), uma entorse (lesão de um ligamento), ou um espasmo dos músculos do pescoço.

Essas atividades incluem:

  • Segurar a cabeça em uma posição para frente ou para trás por longos períodos de tempo, por exemplo enquanto trabalhava, lê, assiste à TV ou fala ao telefone
  • Dormir em um travesseiro muito alto ou baixo, que não acomoda seu pescoço
  • Dormir de barriga para baixo com o pescoço torcido ou dobrado
  • Passar longos períodos descansando a cabeça em seu punho ou braço na posição vertical
  • Trabalho ou exercício que usa a parte superior do corpo e braços, como pintar o teto
  • Estresse e estar focado intensamente em uma tarefa pode causar dor no pescoço. A tensão pode desenvolver-se em um ou mais dos músculos da cabeça, pescoço e ombros.

Lesões que causam dor no pescoço

Ferimentos leves podem ocorrer a partir de tropeços, quedas a uma distância curta ou de movimento além do habitual. Lesões no pescoço graves podem ocorrer a partir de:

  • Efeito chicote em um acidente de carro
  • Quedas de alturas significativas
  • Traumas na face
  • Traumas na parte de trás ou parte superior da cabeça
  • Acidentes relacionados com esportes.

Condições médicas que causam dor no pescoço

Alguns problemas de saúde podem causar dor no pescoço. Estes incluem:

  • Problemas relacionados com o envelhecimento, tais como: estenose espinhal cervical e espôndilolise cervical
  • Meningite, que causa a inflamação em torno dos tecidos do cérebro e da medula espinhal
  • Gripe, que tende a causar dor generalizada
  • Condições crônicas, tais como: fibromialgia, artrite reumatoide e espondilite anquilosante
  • Torcicolo: causada por rigidez muscular grave, ou um músculo encurtado em um lado do pescoço, fazendo com que a cabeça fique inclinado para um lado. O torcicolo miogeno é normalmente um sintoma de outro problema médico
  • Dor irradiada: isso acontece quando um problema em um lugar no organismo provoca dor em outro lugar. Por exemplo, um problema com a sua mandíbula ou um infarto podem causar dor no pescoço
  • Infecção ou um tumor na área do pescoço
  • Alguns medicamentos podem causar dor no pescoço como um efeito colateral.

Diagnóstico e Exames

Na consulta médica

Os profissionais de saúde que geralmente atendem dor no pescoço são:

  • Clínico geral
  • Ortopedista
  • Quiropraxista
  • Fisioterapeuta
  • Profissionais de enfermagem
  • Médicos de emergência.

Se a sua dor no pescoço é grave ou de longa duração, os profissionais de saúde que podem ajudam no tratamento incluem:

  • Ortopedista
  • Reumatologista
  • Neurologista
  • Neurocirurgião
  • Fisiatras.

Você também pode obter assistência com:

  • Acupunturista
  • Massagista certificado.

Estar preparado para a consulta pode facilitar o diagnóstico e otimizar o tempo. Dessa forma, você já pode chegar com algumas informações:

  • Uma lista com todos os sintomas e há quanto tempo eles apareceram. Além da dor no pescoço, liste outros sintomas que você eventualmente está sentindo, mesmo que eles pareçam não ter relação com o problema original
  • Histórico médico, incluindo outras condições que o paciente tenha e medicamentos ou suplementos que ele tome com regularidade.

O médico provavelmente fará uma série de perguntas, tais como:

  • Onde exatamente é a dor?
  • Quando a dor começou?
  • O que parece melhorar o sintoma?
  • O que parece piorar o sintoma?
  • Os sintomas são contínuos ou ficam mais fracos/fortes em algum momento?
  • Quais medicamentos você toma?
  • Você tem outros problemas de saúde?

Convivendo (prognóstico)

Buscando ajuda médica

Busque tratamento de emergência se:

  • A dor no pescoço ocorre com dor no peito ou outros sintomas de um ataque cardíaco, como falta de ar e náuseas
  • Uma pessoa tem sinais de danos à coluna vertebral após um trauma, como incapacidade de mover parte do corpo, dor severa nas costas ou no pescoço, fraqueza, formigamento ou dormência nos braços ou pernas.

Marque uma consulta médica se:

  • Você tem dormência ou dor nos braços, nádegas e pernas
  • Você tem fraqueza ou dor em seus braços ou pernas
  • Você perde o controle de sua bexiga ou intestino
  • Você tem uma dor no pescoço que piorou com o passar do tempo
  • Você tem uma história de câncer ou infecção pelo HIV, e você tem dor nova ou aumentada pescoço
  • A dor acorda do sono.

Em alguns casos, a dor no pescoço não necessita de tratamento médico específico. Se a dor não melhorar após um ou dois dias e você não pode fazer suas atividades diárias normais, marque uma consulta.

Se você ainda tiver dor leve a moderada após pelo menos duas semanas de tratamento em casa, marque uma consulta médica. Ele ou ela pode querer verificar se há problemas que podem estar causando a sua dor no pescoço.

Fontes e referências

  • Revisado por: Ricardo Munir Nahas, ortopedista e médico do esporte e exercício, membro da Sociedade Brasileira de Medicina do Exercício e do Esporte, especialista do Portal Minha Vida - CRM SP 34914
Este conteúdo ajudou você?
Sim Não