PUBLICIDADE

Devo parar os exercícios ao ficar resfriado ou gripado?

Professor da USP aconselha sobre o que se deve fazer

Com o tempo seco, frequente durante o outono e inverno, o número de pacientes com gripes, resfriados, sinusites e faringites tende a aumentar. Então, surge a pergunta: "devo parar de me exercitar ao ter uma dessas doenças?". A resposta, a princípio, é: sim.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

De acordo com publicação do Jornal da USP, o educador físico José Carlos Farah explica que é importante que o organismo se recupere. Portanto, continuar com atividades físicas quando se está doente pode agravar os casos.

Professor do Centro de Práticas Esportivas da USP e especializado em Fisiologia do Exercício, Farah diz que o gasto energético nessas condições pode enfraquecer ainda mais o sistema imunológico, que já está fraco devido à doença.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Esse enfraquecimento, por sua vez, pode favorecer um quadro mais grave da doença ou até mesmo novas infecções. Por exemplo, se você tem resfriado, pode evoluir para um gripe. Se contraiu gripe, ela pode se tornar uma pneumonia.

Assim, de forma geral, não é recomendada a atividade física quando doente, mesmo com resfriado ou gripe. Porém, cada indivíduo reage de uma forma. Para alguns, somente a diminuição da prática física já é suficiente. Para outros, é preciso parar os exercícios. O professor aconselha que, por cautela, opte-se pela segunda opção: pausar as atividades físicas até a completa recuperação.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)