Salivação em excesso

Visão Geral

O que é Salivação em excesso?

Saliva em excesso é definida como o aumento da produção de saliva pela boca. É geralmente um problema temporário e raramente causa preocupação. Normalmente, as suas glândulas salivares produzem cerca 0,5 a 1,5 litros de saliva por dia. Se você de repente parece ter excesso de saliva na boca, pode ser porque suas glândulas salivares estão fazendo mais saliva do que o habitual ou porque você está tendo dificuldade em engolir.

Causas

Saliva em excesso pode ser causada por um aumento na produção de saliva ou uma diminuição na sua capacidade de engolir ou manter saliva na boca.

Causas de aumento da produção de saliva

Causas mais raras de aumento da produção de saliva incluem:

  • Envenenamento por arsênico
  • Paralisia de Bell
  • Atresia de esôfago (um distúrbio presente ao nascimento em que o esôfago não se desenvolve corretamente)
  • Envenenamento por mercúrio
  • Raiva
  • Sífilis
  • Tuberculose.

Causas de diminuição da capacidade de engolir

  • Sinusite aguda
  • Alergias
  • Sinusite crônica
  • Hipertrofia de adenoides
  • Tumores que afetam a língua ou no lábio movimento.

Condições que afetam a sua coordenação muscular ou a função de sua cavidade oral também pode diminuir a capacidade de engolir ou de reter saliva na boca, causando saliva em excesso. Estas condições incluem:

As causas de saliva em excesso mostradas aqui são comumente associadas a este sintoma. Para ter um diagnóstico preciso, marque uma consulta médica.

Diagnóstico e Exames

Buscando ajuda médica

Agende uma consulta médica se você está preocupado com a saliva em excesso persistente. É importante determinar se o problema é devido ao aumento da produção de saliva ou de uma diminuição da capacidade de engolir. O tratamento para saliva em excesso é dirigido para a causa subjacente.

Marque uma consulta se:

  • A causa da salivação não tenha sido identificada
  • Há uma preocupação sobre engasgos ou asfixia
  • A criança tem febre, dificuldade respiratória ou mantem a cabeça em uma posição estranha.

Na consulta médica

Especialistas que podem diagnosticar as causas de saliva em excesso são:

  • Clínico geral
  • Dentista
  • Pediatra
  • Otorrinolaringologista.

Estar preparado para a consulta pode facilitar o diagnóstico e otimizar o tempo. Dessa forma, você já pode chegar à consulta com algumas informações:

  • Uma lista com todos os sintomas e há quanto tempo eles apareceram
  • Histórico médico, incluindo outras condições que o paciente tenha e medicamentos ou suplementos que ele tome com regularidade
  • Se possível, peça para uma pessoa te acompanhar.

O médico provavelmente fará uma série de perguntas, tais como:

  • Quando o sintoma começou?
  • Quais outros sintomas você ou seu filho sente?
  • O que, se alguma coisa, parece melhorar o sintoma?
  • O que , se alguma coisa, parece piorar o sintoma?
  • Você teve ou tem alguma doença ou condição médica?
  • Quais medicamentos e suplementos você ou seu filho toma regularmente?

Tratamento e Cuidados

Cuidados

Objetos frios, como mordedores que ficaram na geladeira, podem ser úteis para as crianças com saliva em excesso em decorrência do nascimento dos dentes. Tome cuidado para evitar sufocamento quando uma criança usa qualquer um desses objetos.

Para aqueles com saliva em excesso crônica:

  • Os cuidadores podem tentar lembrar a pessoa de manter os lábios fechados e queixo para cima
  • Limitar alimentos açucarados, pois eles podem aumentar a quantidade de saliva
  • Preste atenção para rupturas da pele que podem acontecer ao redor dos lábios e no queixo.

Fontes e referências

  • Revisado por: Bruno Loredo, ele é otorrinolaringologista do Hospital Santa Luzia, em Brasília - CRM DF 19501
Este conteúdo ajudou você?
Sim Não