PUBLICIDADE

Thaís Fersoza e Teló guardam células-tronco do cordão umbilical dos filhos

Células-tronco do cordão umbilical podem ajudar no tratamento de cerca de 80 doenças

thais-telo-melinda-teodoro - Foto: Reprodução/Instagram
thais-telo-melinda-teodoro - Foto: Reprodução/Instagram

Nessa nova fase, a atriz Thaís Fersoza e o cantor Michel Teló são só alegria. Eles curtem agora a chegada do novo integrante da família, o pequeno Teodoro, irmão de Melinda, que completou um ano. Porém, de olho no futuro, eles guardaram o sangue do cordão umbilical dos dois pequenos. "Tomamos a decisão certa com a Melinda, e não pensamos duas vezes em armazenar o sangue de cordão umbilical do Teodoro", disse ela no Instagram. O procedimento foi feito em um banco especializado em células-tronco.

As células do cordão umbilical são retiradas logo após o parto, quando o bebê já está sob cuidado do pediatra. O sangue deve ser recolhido após o corte do cordão, e as células da parede podem ser armazenadas logo em seguida. Não há problema em fazer os dois armazenamentos na mesma operação.

Os pais que optam pelo procedimento, devem procurar um banco de células-tronco especializado, que garantirá o armazenamento adequado do item, coletado no sangue umbilical. As células-tronco podem beneficiar o tratamento de cerca de 80 doenças.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)