Novo exame de sangue pode prever se bebê será prematuro

Cientistas descobriram que moléculas presentes no sangue pode ainda indicar a data de parto

O ultrassom é um exame importante para conferir se está tudo certo com a gravidez. No entanto, ele tem um custo alto. Um estudo testou a capacidade de um novo exame de sangue prever a data de parto, assim como um ultrassom, e até se o bebê será parto prematuro. Apesar de terem sido feitos com pequenos grupos de grávidas, os resultados foram satisfatórios e abrem portas para serem testados em larga escala.

A pesquisa foi feita em parceria entre cientistas das Universidades de Stanford, da Pensilvânia e do Alabama, nos Estados Unidos, e o Instituto Statens Serum, na Dinamarca. Ela investigou transcrições das moléculas de cfRNA, ou RNA livre de células. O RNA é como uma fita que atua "traduzindo" as informações genéticas quando uma célula vai ser duplicada, por exemplo. Essas transcrições é como se fossem textos sobre os genes "escritos" por essas moléculas.

O primeiro estudo foi feito com 31 mulheres grávidas saudáveis. Estudos em cima dessas transcrições presentes no sangue da mãe foram capazes de prever a idade gestacional com uma precisão comparada a de um ultrassom, mas com um custo bem mais baixo.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Já o segundo testou o sangue de 38 mulheres grávidas com condições que levavam a alto risco de terem bebês prematuros. Sete transcrições do cfRNA deram indícios sobre quem de fato iria ter os pequenos antes da hora: 15 mulheres, enquanto 23 tiveram no tempo ideal, entre a 37ª e a 42ª semana.

Segundo os autores, o novo teste promete mudar os cuidados pré-natais tanto em países desenvolvidos quanto naqueles em desenvolvimento. Apesar disso, reforçam a necessidade de validar o exame em larga escala. "São principalmente genes maternos. Nós achamos que é a mãe enviando um sinal de que ela está pronta para ter o bebê", contou a pesquisadora Mira Moufarrej ao site da Universidade de Stanford.

Causas do parto prematuro

Os especialistas explicam que não existe uma causa na medicina que ocasione o parto prematuro. No entanto, existem alguns fatores relacionados à gestação e à saúde da mãe que podem aumentar as chances de um parto prematuro.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)