Mãe coloca sonda em boneca da filha para que ela não se sinta diferente

A pequena Lívia faz tratamento por conta de uma dificuldade para engolir alimentos e precisa usar uma sonda no nariz

Desde que Lívia (1) tinha seis meses, sua mãe Giselly Sampaio percebeu a dificuldade da filha em engolir alimentos. Depois de levá-la ao médico, descobriu que a pequena tinha disfagia, um sinal de mau funcionamento do esôfago. Há três meses, ela fez tratamento usando uma sonda no nariz. Para que a filha não se sentisse sozinha, Giselly criou uma imitação da sonda em uma boneca da criança.

"Quando a gente sai com ela na rua, as pessoas olham muito, ficam assustadas, olham com dó. Com a boneca, a ideia é a gente sair na rua e ela não se sentir diferente. Para ela se sentir igual, já que não convivemos com nenhuma outra criança que use sonda", contou a mãe ao G1.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Lívia e sua boneca (Foto: Arquivo pessoal)
Lívia e sua boneca (Foto: Arquivo pessoal)

Disfagia

Quem já passou pela situação de ficar com um alimento preso na garganta sabe o quanto é aflitivo o momento. O paralisante mal-estar também se estende quando o que foi ingerido "não desce", provocando o engasgamento. A dificuldade de engolir os alimentos tem um nome: disfagia.

A disfagia não é uma doença, mas sim um sinal de que algo não vai bem com o esôfago. Ela pode ser causada por distúrbios de ordem neurológicas, mecânicas, psicológicas e também pode decorrer do envelhecimento.

Tratar a disfagia requer alguns cuidados, mas a tarefa está distante de ser considerada difícil. Para evitar a desnutrição e engasgamentos consecutivos especialistas recomendam a adaptação da alimentação.

Com informações do G1

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)