Poluição pode afetar diretamente a placenta: Entenda os danos que ela causa

Ar poluído pode aumentar até mesmo as chances do bebê morrer no parto

A poluição pode causar diversos males para nossa saúde, o que inclui a obstrução de nosso sistema respiratório. E segundo um estudo realizado na Queen Mary University, em Londres, um dos mais afetados pelo ar de baixa qualidade podem ser os bebês.

Isso acontece porque o ar poluído entra na corrente sanguínea das mulheres grávidas, atingindo a placenta e chegando diretamente ao feto. Como consequência, o bebê pode nascer de forma prematura, abaixo do peso e com problemas respiratórios.

Para os cientistas, a Índia é um exemplo desse perigo, visto que o país tem 14 cidades entre as 20 mais poluídas do mundo, de acordo com lista feita pela WHO. Como consequência, o local possui uma das maiores taxas de mortalidade infantil do planeta.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Como o estudo foi feito

Para comprovar a teoria, cinco grávidas não-fumantes tiveram suas placentas analisadas após o nascimento de seus filhos. Então, os pesquisadores buscaram por macrófagos nessas placentas, células do sistema imune, responsáveis por "engolir" substâncias e partículas nocivas ao feto, como bactérias.

Resultados

Foram encontradas diversas partículas de carbono dentro dos macrófagos, o que mostra o quanto a poluição é nociva para a placenta e o feto. "As partículas de carbono não precisam entrar no corpo do bebê para prejudicá-lo. Basta estar na placenta para afetar diretamente o feto", afirma Norrice Liu, autor do estudo, em entrevista ao news18.