PUBLICIDADE

Bebê não dorme noite toda? Segundo ciência, isso não gera problemas de saúde

Bebês que dormem menos consomem mais leite materno que o normal, o que é benéfico

Muitos pais se preocupam com o horário que seus filhos vão dormir. Existe a concepção de que os bebês devem ir para cama cedo. Entretanto, um estudo publicado no periódico Pediatrics mostra que uma grande quantidade de crianças saudáveis não faz isso, nem mesmo ao atingirem um ano de idade.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Os pesquisadores também analisaram se os bebês que não dormiam entre seis e oito horas tinham maior probabilidade de desenvolver problemas motores e mentais, e descobriram que não existe dados concretos que estabeleçam uma relação entre estes dois fatores.

De acordo com dados de um centro obstétrico em Montreal, 38% dos bebês de 6 meses dormem menos de 6 horas consecutivas. Mais da metade (57%) dos pequenos não conseguem dormir oito horas consecutivas.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Quando os bebês atingem um ano de idade, seus níveis de sono melhoram. 28% deles não conseguem dormir seis horas consecutivas e 43% não conseguem permanecer dormindo por oito horas.

As meninas dormem mais

Notou-se que 48% das meninas dormem por oito horas consecutivas, enquanto apenas 39% dos meninos conseguem isso.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Dormir menos tem benefícios

Os pesquisadores também descobriram que dormir por menos de oito horas faz com que os bebês tenham maior necessidade de serem amamentados. O ato da amamentação oferece benefícios às mães e aos pequenos.