PUBLICIDADE

Slime caseiro: bórax causa intoxicação em menina de 8 anos

Esse é o segundo caso público de intoxicação pela substância presente na fabricação do slime caseiro

O relato de uma mãe sobre uma brincadeira que parece inofensiva, mas quase custou a vida de sua filha chamou a atenção de muitos pais nas redes sociais. A pequena Laysa, de 8 anos, sofreu uma grave intoxicação por conta do slime caseiro.

Segundo a mãe da menina, Thamires Ximenes, há tempos sua filha estava reclamando de dores na barriga e os médicos sempre tratavam isso como virose ou constipação. Depois do surgimento de algumas manchas na pele da Laysa, as dores se intensificaram e a família resolveu levar a garota para a emergência.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

No hospital, os médicos detectaram que os rins da garota estavam parando de funcionar. Ela teve que ficar internada por 3 dias na UTI e somente morfina aliviava as dores dela. Depois disso, os rins da Laysa voltaram a reagir, mas a menina teve que continuar internada para que os pediatras, gastros e nefrologistas investigassem mais a fundo o quadro.

Somente no sétimo dia de internação os médicos descobriram a causa: intoxicação por bórax, ingrediente usado na fabricação do slime caseiro.

Felizmente, Laysa já recebeu alta e está em casa se recuperando. Depois de todo o susto, a mãe da menina resolveu compartilhar o alerta para todos os pais em suas redes sociais nesta quarta-feira, dia 23."Uma brincadeira comum entre crianças se tornou motivo de muita dor e angústia para nossa família", escreveu Thamires.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Outro caso de envenenamento por bórax

Esse caso de intoxicação não é o primeiro. Em maio deste ano, a Valentina, de 13 anos, ficou internada por 15 dias, sentindo muitas dores e sem conseguir se alimentar direito. Após investigação dos médicos, foi descoberto que a menina teve um envenenamento por bórax.

Além disso, dois meses após a alta hospitalar, Valentina ainda estava em processo de desintoxicação. A mãe da menina também compartilhou em seu facebook um alerta do perigo do slime caseiro para todos os pais.

O slime é perigoso?

Tendo em vista esses casos, é importante que os pais se atentem com as brincadeiras de seus filhos. O perigo está neste ingrediente do slime, porém, felizmente, o bórax pode ser substituído na produção da geleca.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Os ingredientes que costumam compor o Slime são: cola, bicarbonato de sódio, espuma de barbear, sabão em pó e líquido e corantes. Existem diferentes tipos de receitas e nem todas usam os mesmos ingredientes, mas de forma geral esses são os itens usados para a produção do brinquedo.

De acordo com a dermatologista Mariana Paschoaleto, é necessário que os pais fiquem atentos às crianças que têm atopia ou dermatite atópica. "A barreira cutânea e a pele nessas crianças são mais sensíveis. Com isso surge o eczema, que são pequenas placas vermelhas que coçam e causam sensação de ardor".

Segundo ela, os locais mais comuns em que se manifestam são as dobras dos braços e das pernas, mas também podem se manifestar ao redor dos olhos, na face e couro cabeludo.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Além dos ingredientes do slime, também é necessário prestar atenção ao contato da massinha com sujeira. O slime é gelatinoso e possui cola em sua composição, portanto, se cair no chão ou tiver contato com uma superfície suja, a poeira pode acabar grudando na superfície. Caso a criança não perceba e coloque o material em contato com boca ou olhos pode haver risco de contaminação.

Saiba mais sobre intoxicação em crianças

Mãe relata envenenamento da filha por substância usada em slime

Intoxicação em crianças é relacionada ao consumo de especiarias

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Gastroenterite: sintomas, tratamentos e causas