Icterícia: sintomas, tratamentos e causas

Visão Geral

O que é Icterícia?

Sinônimos: condições associadas à icterícia, pele e olhos amarelos, pele - amarela, olhos - amarelos

Icterícia é a presença de uma cor amarelada na pele, nas membranas mucosas ou nos olhos. É muito comum a icterícia ser um sintoma de uma outra doença subjacente.

Causas

A cor amarelada típica da icterícia é provocada pela bilirrubina, uma substância da mesma cor que é produzida na bile e que permanece no plasma até ser eliminada junto com a urina.

A bilirrubina é formada a partir da morte de alguns glóbulos vermelhos presentes no sangue – o que acontece todos os dias. Essas células sanguíneas mortas são retiradas da circulação pelo fígado, que, a partir daí, forma a bilirrubina, que mais tarde será descartada pelo próprio corpo. No entanto, algumas vezes, pode ocorrer o acúmulo dessa substância no corpo, provocando icterícia.

Muitas doenças podem levar à icterícia, a exemplo de:

Fatores de risco

A icterícia pode acontecer mais facilmente se muitos glóbulos vermelhos estiverem morrendo, mas também se houver a presença de alguma doença hepática. Além disso, também pode haver icterícia se a bilirrubina não for capaz de passar adequadamente pelo trato digestivo.

Na verdade, a icterícia, muitas vezes, é sinal de algum problema no fígado, vesícula biliar ou no pâncreas. Infecções, o uso de drogas, câncer, doenças do sangue, pedras na vesícula, defeitos congênitos e outras condições médicas podem provocar icterícia.

O tipo de icterícia mais normal é a icterícia em crianças, especialmente em recém-nascidos.

Sintomas

Sintomas de Icterícia

A icterícia é uma condição que pode aparecer repentinamente ou desenvolver-se lentamente com o tempo. Os principais sinais e sintomas da icterícia costumam incluir:

  • Pele branca
  • Esclera (a parte branca do olho) amarela. Se a icterícia for ainda mais grave, essa parte pode apresentar também uma coloração marrom
  • Cor amarela na parte de dentro da boca
  • Urina de cor anormal – em geral em tons mais escuros
  • Fezes esbranquiçadas ou cor de barro.

Diagnóstico e Exames

Buscando ajuda médica

Procure um médico se você notar o amarelamento de algumas partes específicas do corpo, especialmente pele e olhos.

Na consulta médica

Especialistas que podem diagnosticar icterícia são:

  • Clínico geral
  • Oftalmologia
  • Dermatologia
  • Hepatologia
  • Gastroenterologia.

Estar preparado para a consulta pode facilitar o diagnóstico e otimizar o tempo. Dessa forma, você já pode chegar à consulta com algumas informações:

  • Uma lista com todos os sintomas e há quanto tempo eles apareceram
  • Histórico médico, incluindo outras condições que o paciente tenha e medicamentos ou suplementos que ele tome com regularidade
  • Se possível, peça para uma pessoa te acompanhar.

O médico provavelmente fará uma série de perguntas, tais como:

  • Quando os sintomas surgiram pela primeira vez?
  • Quais partes de seu corpo estão com aspecto amarelado?
  • Qual a intensidade dos sintomas?
  • Os sintomas são frequentes e recorrentes ou apenas ocasionais?
  • Você sente outros sintomas além da presença de cor amarelada?
  • Você já foi diagnosticado com outras condições de saúde recentemente? E já começou o tratamento?
  • Você faz uso de algum tipo de medicamento?
  • Você sofre de efeitos colaterais decorrentes do uso destes medicamentos?

Diagnóstico de Icterícia

Um exame físico, apesar de fornecer boas dicas para o especialista, não é capaz de diagnosticar sozinho um caso de icterícia. Isso acontece porque a cor amarelada no olho nem sempre indica icterícia. Pode acontecer, por exemplo, de você ter feito uma dieta recente muito rica em betacaroteno, uma substância que costuma intensificar a cor da pele e lhe dar um aspecto mais laranja. Cenouras, por exemplo, são alimentos extremamente ricos em betacaroteno e muito comuns na dieta do brasileiro.

Depois do exame físico, o médico poderá solicitar a realização de alguns exames para completar o diagnóstico, a começar pelo exame de sangue, que indicará as quantidades de bilirrubina e glóbulos vermelhos presentes no sangue. Outros exames ainda podem ser realizados, mas muitos dependem única e exclusivamente da causa subjacente à doença.

Entre os exames que podem ser pedidos estão:

  • Painel do vírus da hepatite para procurar infecção no fígado
  • Testes de função hepática para determinar se o fígado está funcionando bem
  • Hemograma completo para verificar baixa contagem de glóbulos sanguíneos ou anemia
  • Ultrassom abdominal
  • Tomografia computadorizada abdominal
  • Colangiopancreatografia retrógrada endoscópica (ERCP)
  • Colangiograma trans-hepático percutâneo (PTCA)
  • Biópsia do fígado.

Tratamento e Cuidados

Tratamento de Icterícia

O tratamento varia de acordo com a gravidade da icterícia e, também, com a causa subjacente a este problema. Sintomas de casos mais leves costumam desaparecer sozinhos, sem necessidade de um tratamento específico. Já casos moderados necessitam de tratamento e ele costuma ser feito por meio de fototerapia, em que uma onda de luz é absorvida pela pele a fim de dissolver a bilirrubina e facilitar sua saída do organismo. Casos mais graves, no entanto, podem necessitar de hemodiálise para tratar a quantidade acumulada de icterícia presente no corpo.

Medicamentos para Icterícia

Os medicamentos mais usados para o tratamento de icterícia são:

Somente um médico pode dizer qual o medicamento mais indicado para o seu caso, bem como a dosagem correta e a duração do tratamento. Siga sempre à risca as orientações do seu médico e NUNCA se automedique. Não interrompa o uso do medicamento sem consultar um médico antes e, se tomá-lo mais de uma vez ou em quantidades muito maiores do que a prescrita, siga as instruções na bula.

Fontes e referências

  • Ministério da Saúde
  • Sociedade Brasileira de Dermatologia
  • Mayo Clinic
  • Manual Merck
Este conteúdo ajudou você?
Sim Não