PUBLICIDADE

Comer no escritório pode ser prático, econômico e saudável

Com criatividade você vai conseguir fazer a sua dieta deslanchar

Somos encorajados diariamente a adotar hábitos saudáveis de vida: fazer atividades físicas regularmente, seguir uma alimentação balanceada, não fumar, beber com moderação... Tudo isso com o propósito de melhorar a qualidade de vida, evitar a obesidade e prevenir doenças do coração.

O que não sabemos é como podemos adotar esses hábitos com o ritmo de vida que levamos. Muitas vezes, sacrificamos o horário de almoço porque a reunião da manhã foi mais longa do que o previsto ou porque há um acúmulo de trabalho que não pode esperar e tantos outros motivos que vão surgindo, deixando nosso almoço espremido em apenas 30 minutos.

A alimentação no escritório tem sido nosso objeto de estudo com muita freqüência uma vez que cada vez mais pessoas nos procuram buscando orientações alimentares, alegando falta de tempo e o interesse pela praticidade em comer no próprio escritório.

Esta não é uma tarefa fácil, mas é possível! Com um pouco de criatividade e disposição, podemos fazer uma refeição nutricionalmente balanceada, completa,

com baixo valor calórico e saborosa. Uma visão geral dos grupos de substituição dos alimentos nos ensina que o arroz pode ser trocado pelo milho, pelo macarrão, pela batata ou pelo pão, porque todos são carboidratos. O feijão também pode ser substituído pelo grão de bico, pois ambos sãos leguminosas.

As carnes podem ser substituídas pelo atum, pelo roastbeef, por filé de frango, por embutidos magros como o presunto e o blanquette de peru ou, ainda, por uma proteína vegetal, como a soja. As verduras e legumes também não devem ficar de fora do prato que será consumido no escritório. Assim nasce uma salada ou um sanduiche com todos os nutrientes de um almoço completo. Por serem ingeridos à temperatura ambiente não requerem aquecimento nem infraestrutura de uma cozinha e são ótimas opções para o almoço no verão.

Um sanduíche com pão integral e atum é um bom exemplo, pois é rico em fibras e apresenta baixo teor de gordura. É claro que só pão e atum não vão oferecer todos os nutrientes essenciais para o nosso organismo, assim podemos incrementá-lo com outros ingredientes como cenoura ralada, alcaparra, azeitonas, rodelas de tomate, folhinhas de alface, uvas passas, rúcula ou agrião, e assim por diante. Como um sanduíche é pouco, comparado ao volume de uma refeição normal, devemos ter frutas como sobremesa, pois elas aumentam a oferta de vitaminas e conferem maior saciedade à refeição.

Quando temos que fazer nossa refeição no escritório nós podemos utilizar os serviços de delivery que a maioria dos restaurantes oferecem ou preparar nossa refeição no dia anterior em casa e levá-la para o escritório no dia seguinte. Essa segunda opção, apesar de mais trabalhosa, tem a vantagem de facilitar o nosso controle sobre o que comemos, podendo ser vantajosa do ponto de vista da qualidade dos ingredientes utilizados no preparo do nosso almoço. Além disso, levar uma refeição de casa permite-nos menor exposição ao forte apelo dos variados cardápios encontrados por quem come todos os dias fora de casa.

Sugestões de cardápio:

Sanduíche de berinjela
Sanduíche de blanquet de peru
Sanduíche de carpaccio ou roastbeef
Salada de arroz integral
Salada de macarrão e legumes
Salada de repolho
Salada de grãos