PUBLICIDADE

Combine vinhos e pratos sem errar

Dicas e receitas para preparar uma refeição que impressiona os convidados e delicia o paladar

Tudo pronto para o jantar. Mas, qual vinho escolher? Como harmonizar a bebida com o cardápio é uma dúvida muito comum.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Por isso, preste atenção nestas dicas que vão desde a hora da compra até o momento de servir a bebida com os pratos certos. O sommelier Charles Campos, do bar Kylix Vinhos, dá cinco dicas para você não errar. São elas:

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

1. Onde comprar

Escolha lojas ou mercados que armazenam os vinhos em ambientes climatizados, e que não os deixem expostos a forte iluminação.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

2. Conservação

Não guarde seus vinhos próximos a produtos de limpeza, solventes, tintas e outros produtos com cheiro forte. Eles transmitem o odor à rolha, que afeta o sabor do vinho. Guarde as garrafas em locais frescos e pouco iluminados.

Combine vinhos e pratos sem errar  - Foto: Getty Images
Combine vinhos e pratos sem errar - Foto: Getty Images

3. Safra

Cuidado com as safras antigas. Não é só a idade do vinho que determina se a bebida tem ou não boa qualidade. Grandes vinhos podem amadurecer por 10, 20, 30 anos ou mais.

Porém, os mais comuns, e normalmente mais baratos, costumam ter uma vida útil de 5 anos, em média. A melhor idade para o vinho ser consumido também muda, conforme a uva e a região onde foi produzida.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

4. Nas lojas

Procure comprar em lojas especializadas de bebidas e vinhos, pois elas dispõem de profissionais para ajudar você a escolher a ,elhor opção, que seja perfeita para seu gosto e para o seu bolso.

Combine vinhos e pratos sem errar  - Foto: Getty Images
Combine vinhos e pratos sem errar - Foto: Getty Images

5. Prato principal

O prato principal vai determinar o rótulo do vinho. Seja ele é branco ou tinto. Carnes, peixes e saladas, por exemplo, ganham uvas diferentes e próprios para a combinação.

Muitas vezes, um bom vinho, se mal combinado, pode não ser tão agradável ao paladar. A seguir, veja algumas opções de harmonização de pratos e vinhos.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Caso tenha dúvidas e não conheça alguns nomes de uvas, não se preocupe: anote a sugestão e leve à loja onde você vai comprar. O atendente lhe mostrará onde está cada garrafa:

Para Saladas...

Os espumantes são uma boa opção de harmonização com saladas. Frescor e leveza combinam com as entradas e sua acidez abre o apetite.Sugestão de prato: Salada Catalana.

Para frutos do mar...

Brancos jovens e refrescantes são ótimas opções. Um riesling alemão vai bem. Outras opções são os sauvignon blanc, da Nova Zelândia, e algumas alternativas dessa uva que estão sendo produzidas com qualidade no Chile.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Sugestão de prato: Filé de Namorado.

Para carnes...

Um bom Chianti é uma escolha certeira. Se for um dia (ou uma noite) especial, opte por um Brunello envelhecido.

Sugestão de prato: Risoto de pato à Italiana.

Para massas...

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Os monte pulcianos são boas opções. Se preferir um branco, decida por chardonnays amadeirados e consistentes.

Sugestão de prato: Espaguete com frutos do mar.

Combine vinhos e pratos sem errar  - Foto: Getty Images
Combine vinhos e pratos sem errar - Foto: Getty Images

Combine vinhos e pratos sem errar

Combine vinhos e pratos sem errar  - Foto: Getty Images
Combine vinhos e pratos sem errar - Foto: Getty Images

Combine vinhos e pratos sem errar