PUBLICIDADE

Dieta pode afetar a idade que você entra na menopausa, diz estudo

Peixe, macarrão e outros alimentos podem fazer sua menopausa começar mais cedo ou mais tarde. Entenda

A forma como nos alimentamos pode afetar nosso corpo das mais variadas formas, interferindo desde o peso que temos até o surgimento de algumas doenças. Inclusive, recentemente foi descoberto em um estudo da Universidade de Leeds que a alimentação pode também influenciar o início da menopausa.

Os pesquisadores descobriram que as dietas que consistem principalmente de alimentos saudáveis, como peixes mais "oleosos" e legumes frescos, como ervilhas e feijão, eram associadas ao início da menopausa mais tardia, com um atraso de quase três anos. Essa conclusão surgiu com base na idade média que as mulheres iniciam a menopausa, que é aos 51 anos no Reino Unido e nos Estados Unidos.

Por outro lado, participantes que consumiam muito macarrão feito com farinha refinada e arroz branco eram mais propensos a começar a menopausa um ano e meio mais cedo do que a média. O estudo atraiu dados de mais de 14 mil mulheres no Reino Unido, que completaram um extenso questionário sobre dieta e uma pesquisa inicial sobre saúde reprodutiva e história.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Quatro anos depois, os pesquisadores descobriram que mais de 900 das mulheres pesquisadas haviam experimentado o início natural da menopausa, ou seja, elas não passaram por nada que pudesse desencadear a menopausa precoce, como câncer, cirurgia ou tratamentos farmacêuticos. Na análise dessas 900 mulheres, a qualidade de suas refeições foi um forte indicador para que a menopausa tivesse iniciado mais cedo ou mais tarde do que a média.

Porém, o estudo destaca que tanto a menopausa precoce como a tardia têm sido associadas a riscos para a saúde a longo prazo. "A idade em que a menopausa começa pode ter sérias implicações para a saúde de algumas mulheres", disse Janet Cade, coautora do estudo e professora de epidemiologia nutricional e saúde pública em Leeds, em um comunicado à imprensa.

A menopausa tardia foi ligada principalmente aos cânceres de mama, ovário e endométrio. No entanto, os riscos da menopausa precoce podem ser ainda maiores se a dieta for um fator. Os problemas da menopausa precoce para as mulheres mais jovens incluem aumento do risco de doenças cardíacas e ósseas, depressão, demência e disfunção sexual, de acordo com os pesquisadores.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

O estudo é um primeiro passo para uma melhor compreensão dos fatores que afetam a menopausa, especialmente para as mulheres que podem estar predispostas a iniciar a menopausa antecipadamente.