Michelle Obama fala sobre aborto espontâneo: "Me senti como se tivesse falhado"

Ex-primeira-dama dos EUA afirmou ter feito fertilização in vitro para ter suas filhas; Veja quando se pode considerar infértil

O sonho de ter um filho pode esbarrar na infertilidade de uma das pessoas de um casal. E nem sempre a infertilidade tem uma causa certa. Foi o caso de Michelle Obama, esposa do ex-presidente dos EUA Barack Obama. Em entrevista ao programa Good Morning America, ela contou que, antes de ter suas filhas Malia e Sasha, sofreu um aborto espontâneo e precisou recorrer à fertilização in vitro.

"Eu me senti como se tivesse falhado porque eu não sabia como eram comuns os abortos, porque não falamos sobre eles", afirmou Michelle, que completou "Acho que a pior coisa que podemos fazer umas com as outras, como mulheres, é não compartilhar a verdade sobre nossos corpos e sobre como eles funcionam".

De 8 a 20% das gestações clinicamente reconhecidas com menos de 20 semanas de gestação sofrerão aborto, sendo 80% destes nas primeiras 12 semanas de gestação. Há ainda a perda do bebê sem que a mãe perceba, que totalizam entre 13 e 26% de todas as gestações ? no entanto, esse número pode ser ainda maior, uma vez que muitas mães podem sofrer um aborto espontâneo antes de perceberem que estão grávidas.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Após este aborto, quando ela completou 34 anos, percebeu que a produção de ovários é limitada, e decidiu apostar na fertilização in vitro para ser mãe. Hoje em dia, o casal tem duas filhas, de 20 e 17 anos.

Como a idade interfere na fertilidade da mulher?

A idade é a variável isolada mais importante na fertilidade da mulher. O grande problema é que os óvulos, ao contrário dos espermatozóides, não se multiplicam. A reserva de óvulos da mulher se estabelece antes dela nascer, enquanto está na barriga de sua mãe, e só reduz desde então! O problema é que, além da perda na quantidade, há também perda na qualidade dos óvulos, o que leva a uma menor chance de engravidar e a uma maior chance de abortamento. Sabemos que, de maneira geral, há uma maior chance de gravidez antes dos 35 anos e que esta chance se reduz com a idade, com queda importante após os 37 anos.

Infertilidade

A infertilidade não é um problema raro. Muito pelo contrário, atinge cerca de que 15% dos casais. Define-se infertilidade conjugal como a ausência de gravidez após 12 meses de relações sexuais regulares sem uso de método anticoncepcional. Este limite de tempo é importante pois, após 1 ano sem conseguir engravidar, o casal deve procurar assistência médica para uma avaliação adequada. Existem situações nas quais este tempo deve ser menor. Por exemplo, quando a mulher tem 35 anos ou mais deve procurar ajuda após 6 meses de tentativa.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Quando recorrer ao médico, ele fará exames e, se a infertilidade não puder ser tratada, ele pode sugerir algumas técnicas de reprodução humana, como a relação sexual programada (coito programado), a inseminação intra-uterina e a FIV.