PUBLICIDADE

Substância encontrada em chocolate melhora a memória, aponta estudo

Alimentos ricos em flavonóides ajudam a melhorar a memória e manter o cérebro saudável

Resistir a um pedaço de chocolate é quase impossível, mas o que poucos sabem é que quando consumido na quantidade esse alimento pode trazer benefícios à saúde, como melhorar as funções cognitivas.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Um recente estudo feito por pesquisadores na Universidade de Áquila, na Itália, mostrou que o chocolate é capaz de melhorar a memória e ajuda a manter nossos cérebros saudáveis, além de reduzir o cansaço após uma noite mal dormida.

Segundo os pesquisadores, a resposta pode estar nos flavonóides, compostos naturais com propriedades antioxidantes e anti-inflamatórias que também pode ser encontrado em frutas vermelhas, uvas e vinho tinto.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Para essa análise, foi realizada uma revisão de estudos anteriores para confirmar os efeitos do chocolate e flavonóides relacionado a função cerebral.

Em 2012, uma pesquisa produzida pela mesma faculdade revelou que uma pequena dose diária de chocolate ou outros produtos derivados do cacau podem melhorar a memória e o raciocínio de idosos que já possuem a cognição comprometida. Isso, segundo os pesquisadores, significa que o chocolate - mais especificamente os flavonóides que contém - pode ser usado um dia para tratar pessoas predispostas.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

"Este resultado sugere o potencial dos flavonóides de cacau para proteger a cognição em pacientes que sofrem com falta de memória, melhorando o desempenho cognitivo", afirmou a autora principal do estudo, Dra. Valentina Socci, ao Daily Mail.

Contudo, os pesquisadores alertaram sobre os potenciais efeitos colaterais do consumo de chocolate. "As consequências estão geralmente ligadas ao valor calórico do chocolate, já que alguns apresentam grande quantidade de compostos químicos, como cafeína, teobromina e uma variedade de aditivos como açúcar ou leite", disse Valentina Socci.

Os resultados mostram que o consumo diário do chocolate, aumentou fatores como atenção, velocidade de processamento do cérebro, memória no trabalho e fluência de fala. No entanto, esses efeitos foram evidentes em adultos mais velhos com um declínio de memória inicial ou outras deficiências cerebrais leves.

A equipe também analisou o que acontece com o cérebro após algumas horas do consumo flavonóides de cacau, concluindo que substância é capaz de contrariar os efeitos da privação do sono e, portanto, pode ajudar as pessoas com insônia.

Para as mulheres, comer cacau após uma noite de privação total de sono, ajudou efetivamente a neutralizar alguns dos efeitos do cansaço. Os pesquisadores dizem que esses resultados são promissores para pessoas que sofrem de privação crônica do sono. Além disso, eles afirmam que os efeitos dos flavonóides são de longo prazo, manifestando-se de 5 dias a 3 meses, com base nos estudos feito em idosos.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)