PUBLICIDADE

Conheça as novidades para emagrecimento que viraram febre em 2012

Chia, óleo de coco e leite de alpiste têm prós e contras quando o assunto é dieta

Descubra o poder de um sorriso.
Participe da newsletter

Preencha os campos* abaixo.
X

*Ao concluir, você concorda com a nossa Política de Privacidade e aceita receber novidades do Minha Vida e seus parceiros.

Cadastro efetuado com sucesso!

Aqueles que querem emagrecer e nunca investiram nas novidades da dieta que atirem a primeira pedra. São tantos óleos, grãos e até novos medicamentos entrando em cena que é difícil não sentir vontade de experimentar. No entanto, nem sempre os modismos são realmente as melhores opções quando o objetivo é emagrecimento, ou mesmo para o tratamento da obesidade. Nós separamos aqui os temas de dieta que viraram febre em 2012 e mostramos para você o que funciona e o que é melhor deixar de lado na luta contra a balança:

Óleo de coco

óleo de coco - Foto Getty Images
óleo de coco - Foto Getty Images

Ele é uma gordura saturada de origem vegetal que está fazendo a cabeça não só de quem está de dieta, mas até daqueles que precisam controlar problemas de saúde. "O produto 100% natural apresenta propriedades que favorecem a perda de peso, reduzem o colesterol ruim e até controlam os níveis de açúcar no sangue", aponta a nutricionista Cátia Medeiros, da clínica Espaço Nutrição, em São Paulo. Entenda como ele age no seu organismo e favorece o emagrecimento.

Farinha de coco

Farinha de coco - Foto Getty Images
Farinha de coco - Foto Getty Images

Depois do óleo de coco, outro derivado da fruta fez sucesso: a farinha (ou farelo) de coco já aparece como parte da alimentação voltada à perda de peso. "Esse produto é natural e tem baixos níveis de gorduras, já que elas foram retiradas para formar o óleo de coco", afirma o nutrólogo Wilson Rondó, especialista do Minha Vida. "Além disso, a farinha de coco possui propriedades que favorecem a perda de peso, reduzem o colesterol ruim e até controlam os níveis de açúcar no sangue", aponta o especialista. Conheça os benefícios desse alimento.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Óleo de abacate

Óleo de abacate - Foto Getty Images
Óleo de abacate - Foto Getty Images

Conhecido também como azeite das Américas, o óleo de abacate ganhou destaque na luta para perder peso por ser rico em gordura insaturada e na substância beta-sisterol. "Eles controlam os níveis do hormônio cortisol que, em excesso, pode diminuir o gasto de energia e aumentar o apetite, a retenção de líquidos e a absorção de gorduras e açúcares", afirma a nutricionista Raquel Maranhão. Confira tudo o que esse óleo traz de bom.

Painço

Painço - Foto Getty Images
Painço - Foto Getty Images

Pequeno, redondinho e amarelo, o painço também é chamado de milho alvo e tem sua origem na China. Apesar de ser muito usado para alimentar pássaros, a introdução desse cereal no nosso cardápio ajuda tanto na dieta para controlar o peso quanto na prevenção de doenças como osteoporose, pedras na vesícula e câncer de mama. Veja os benefícios que esse grão traz para a dieta.

Dieta do pH

Dieta do pH - Foto Getty Images
Dieta do pH - Foto Getty Images

A ideia por trás do método é ajustar a alimentação para deixar o pH do sangue mais alcalino - a mudança seria suficiente para favorecer a eliminação de toxinas. Na prática, isso quer dizer mais destaque para cereais integrais, frutas e verduras na hora de montar o prato. "Existem algumas propostas positivas na dieta do pH, mas nenhum estudo científico foi feito para provar que ela pode levar ao emagrecimento", afirma o nutrólogo Roberto Navarro, da Sociedade Brasileira de Nutrologia (ABRAN). Conheça os prós e contras da dieta do pH

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Dieta sem glúten

Dieta sem glúten - Foto Getty Images
Dieta sem glúten - Foto Getty Images

Esse ano uma dieta que virou moda foi a que cortava o consumo de glúten do cardápio. O argumento é que ele diminui a produção de hormônios relacionados à saciedade, além de dificultar a digestão. O glúten está presente em alimentos que levam trigo, centeio, cevada, aveia ou malte e é o responsável pela viscosidade de massas compostas pela mistura de farinha e água. Mas será que cortá-lo da dieta realmente ajuda a perder peso? Esclareça suas dúvidas!

Chia

chia - Foto Getty Images
chia - Foto Getty Images

Conhecida por ter mais cálcio que um copo de leite e um elevado teor de proteínas, a semente de chia é uma ótima pedida para quem quer emagrecer de forma saudável, sem sofrer com carência de nutrientes. "As sementes de chia oferecem um coquetel de nutrientes, como ômega 3, fósforo, magnésio, potássio, ferro, zinco, cobre e manganês, e podem ser consumidas de muitas formas", afirma o nutricionista Wellington Pinheiro, de São Paulo. Veja como incluir a chia na sua dieta.

Leite de alpiste

alpiste - Foto Getty Images
alpiste - Foto Getty Images

Originário do mediterrâneo, o alpiste é uma semente usada para alimentar pássaros. Mas, esse ano, caiu nas graças daqueles que seguem as dietas da moda. Está certo que o alpiste é uma ótima fonte de nutrientes para os passarinhos, mas pouco se pode dizer sobre os seus benefícios para os seres humanos. Conheça os mitos e verdade sobre a dieta do alpiste.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Qsymia

Qsymia - Foto Getty Images
Qsymia - Foto Getty Images

Ele ainda não chegou ao Brasil, mas promete agradar os profissionais que lidam diariamente com doenças crônicas, como hipertensão e diabetes. Combinação de duas drogas, a fentarmina e o topiramato, o Qsymia foi aprovado este ano pela Food and Drug Administration (FDA), órgão americano regulador de remédios e alimentos. A eficácia do Qsymia foi comprovada após um estudo feito com cerca de 3.700 pessoas diagnosticadas com obesidade. Saiba o que os especialistas dizem sobre este novo medicamento.