PUBLICIDADE

Pão com farinha de barata: experimento apresenta benefícios

O experimento apresentou aumento de 133% no teor de proteína do pão e 68% de redução de gordura

Pesquisadoras da Universidade Federal do Rio Grande (FURG), no Rio Grande do Sul, criaram um novo tipo de pão, utilizando como base uma farinha nada comum.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

O alimento foi elaborado com farinha de barata. ?Queríamos fazer algo diferente, usar uma matéria-prima com alto teor de proteína?, disse uma das engenheiras de alimentos, Andressa Jantzen.

Lauren Menegon, também engenheira de alimentos e Andressa, utilizaram 90% da farinha de trigo comum e 10% da farinha de barata desidratada. O resultado final mostrou aumento de 133% no teor de proteína do pão e redução de 68% da gordura na nutrição.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

As baratas utilizadas na produção da farinha são as cinéreas, diferente das baratas comuns que vivem no esgoto. As cinéreas são criadas em cativeiros e podem ser consumidas por seres humanos.

As cinéreas são criadas em cativeiros e podem ser consumidas por seres humanos - Foto: Divulgação / BBC
As cinéreas são criadas em cativeiros e podem ser consumidas por seres humanos - Foto: Divulgação / BBC

As baratas cinéreas foram adquiridas em um criadouro em Betim, Minas Gerais e tem certificação do Ministério da Agricultura. Porém, a venda dos insetos por enquanto é voltada apenas para consumo animal.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Os pães não estão sendo distribuídos, pois o consumo das cinéreas ainda não foi autorizado e regulamentado pela Anvisa.

As engenheiras estão realizando novas pesquisas com outros alimentos, como bolos e barras de cereais, mas ainda não há análises científicas.