PUBLICIDADE

Batata frita pode ser mais benéfica que cozida, diz estudo

Feita da forma correta, a fritura pode potencializar os benefícios dos alimentos. Descubra como

Você já imaginou que batata frita pudesse ser uma opção mais saudável do que a versão cozida? Pois foi justamente isso que mostrou um estudo da Universidade de Granada, na Espanha. Os cientistas mostraram que os vegetais fritos são mais benéficos do que cozidos, desde que o preparo seja feito com azeite extra virgem.

A descoberta surgiu durante estudos sobre a Dieta Mediterrânea, rica em vegetais frescos e azeite extra virgem. Grande parte desses vegetais crus são ricos em fenóis, poderosos antioxidantes que ajudam no emagrecimento e, por isso, os pesquisadores buscaram descobrir se essas substâncias eram perdidas durante algum processo de cozimento.

Foi então que eles testaram algumas formas de preparo: fritar no azeite extra virgem, cozinhar em água, cozinhar em água com óleo e saltear. As descobertas mostraram que, quando cozidos, os alimentos têm pouca variação na perda de fenóis. Porém, quando os vegetais são fritos com azeite extra virgem, outro componente rico em fenóis, os compostos são absorvidos pelo alimento, aumentando a quantidade de fenóis consumida.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Vale destacar que a quantidade de calorias e de gorduras também aumenta durante esse preparo, porém, os pesquisadores querem mostrar que nem toda fritura faz mal, pois o potencial antioxidante das substâncias presentes nos alimentos se manteve preservada. Dessa forma, aquela batata frita no azeite extra virgem acabou se mostrando mais benéfica no combate a doenças como câncer, diabetes e outras doenças degenerativas em relação a versão cozida.

Os pesquisadores destacam também que os alimentos utilizados eram todos frescos e que os benefícios obtidos não se aplicam a batatas congeladas e industrializadas, por exemplo.