PUBLICIDADE

Malabarismo queima calorias e ensina que errar pode ser divertido

Equilibre as bolinhas para entrar em forma e equilibrar a mente

Se você já está craque em se equilibrar para dar conta das muitas exigências do dia-a-dia, que tal usar essa habilidade para melhorar a concentração e ainda gastar umas calorias extras? (clique aqui e encontre uma dieta ideal para você) Brincar com malabares é uma delícia e, cada vez mais, transforma-se no passatempo de muita gente que não agüenta mais a rotina de uma academia de ginástica, por exemplo. (veja outras técnicas circenses para você praticar)

O malabarismo melhora a concentração, a coordenação motora, a auto-estima e é um ótimo exercício , afirma Daniel Pedro, diretor de produção do Circo Zani, um dos mais badalados em São Paulo. Sem falar que, enquanto faz a aula, nenhuma preocupação vai nem chegar perto da sua cabeça.

É possível praticar o exercício com os mais variados objetos: clave (aquele pino que parece de boliche), bolinha e garrafa são os mais comuns. Quem quiser começar em casa, também pode usar uma bexiga cheia de arroz. Quando conseguir equilibrar três ao mesmo tempo, é sinal de que já pegou o jeito , diz Daniel. Mas, para isso, é preciso exercitar também a paciência e a perseverança, duas características

que vão causar transformações até no seu dia-a-dia.


Tudo é uma questão de treino e costumo dizer que o pior problema de quem está começando é a ansiedade, e não os erros , nota o instrutor. Ele ainda lamenta que, como a maioria desiste com pouco mais de um mês de aula, o Brasil acaba não tendo uma equipe grande de malabaristas.


Bobagem. A técnica é relativamente fácil de aprender e, a cada desafio vencido, o passatempo ganha um gostinho a mais. Alguns alunos têm tanta habilidade que, no primeiro dia, já conseguem lidar com as desafiadoras três bolinhas. (veja por que é importante fazer exercícios físicos)

Atualmente, o maior recordista nacional é Anthony Gato, que joga oito claves ao mesmo tempo por serem maiores, elas exigem mais preparo do que os brinquedinhos redondos. E engana-se quem pensa no equilíbrio das bolinhas como a maior dificuldade. Segundo o professor, duro mesmo é aprender a calcular quanto tempo cada objeto vai permanecer no ar e se preparar para a troca.



Queima de calorias

O corpo todo se movimenta com a prática de malabarismo, tornando a prática ideal para quem busca um melhor condicionamento físico. Braços, pernas e abdômen são os principais beneficiados, no entanto. A maioria das escolas ainda oferece a possibilidade de aliar uma outra técnica (como cama elástica, salto ou acrobacias) ao curso.



Os resultados para o organismo são os mesmos da musculação e da ginástica aeróbica.


Em uma hora de aula, você queima de 400 a 600 calorias. Por enquanto, as mulheres ainda são maioria nas aulas, indicadas para pessoas de todas as idades. Só é preciso estar preparado para as dores no pescoço. Dói mesmo. Mas isso acontece, principalmente, porque estamos trabalhando músculos que não eram tão solicitados antes , explica o professor. (entre em forma sem sair de casa)

Onde fazer?

Em São Paulo, três escolas destacam-se nas aulas de circo. Mas algumas academias oferecem a prática como atividade extra, confira se este não é o caso da sua.

Galpão do Circo. Fone: (11) 3812-1676. www.galpaodocirco.com.br. Preço: R$ 110,00/mês (Curso livre, inclui outras técnicas)

Circo Escola Picadeiro. Fone: (11) 3078-0944. www.picadeirocirco.com.br. Preço: R$ 120,00/mês (curso livre)

Academia Brasileira de Circo. Fone: (11) 2076-0087. www.academiadecirco.com.br. Preço: De R$ 130,00 a R$ 210,00, dependendo de quantas modalidades.



texto6Ds