PUBLICIDADE

Música alta pode interferir nas suas escolhas alimentares, diz estudo

Restaurantes podem te influenciar a escolher alimentos gordurosos, como um hambúrguer, por causa da música ambiente

O ritmo de uma música pode influenciar muito as nossas alterações de humor. Músicas com batidas mais rápidas causam excitação, enquanto aquelas mais lentas ajudam a relaxar. Mas você sabia que o volume da música pode interferir nas suas escolhas em um restaurante, por exemplo? Isso é o que um estudo publicado no Journal of the Academy of the Marketing Sciences diz.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

O estudo mostra que o volume da música tem um efeito sistêmico sobre as preferências dos consumidores por alimentos mais ou menos saudáveis. De acordo com a pesquisa, a música mais calma nos torna mais conscientes do que escolhemos para comer. Ambientes com sons mais altos aumentam a estimulação e o estresse, influenciando os clientes a pedirem alimentos mais gordurosos, como hambúrgueres e batatas fritas.

Dipayan Biswas, professor de marketing da Faculdade de Administração da Universidade do Sul da Flórida, afirma que restaurantes e supermercados podem usar a música ambiente estrategicamente para influenciar o comportamento de compra do consumidor.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Biswas realizou um estudo em um café em Estocolmo, na Suécia, que tocou vários gêneros musicais separadamente, a 55 decibéis e 70 decibéis. Os itens oferecidos no cardápio do café foram separados como saudáveis, não saudáveis e neutros (categoria utilizada para cafés e chás).

O experimento foi realizado por alguns dias e os pesquisadores puderam constatar um aumento de 20% no número de clientes que faziam pedidos menos saudáveis quando estavam expostos a música mais alta do que aqueles que realizavam pedidos nas horas que a música estava mais baixa.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Os resultados obtidos foram:

Ambientes com sons de 55 decibéis: 32% dos pedidos foram saudáveis, 42% não tão saudáveis e 26% realizaram pedidos neutros.

Ambientes com sons de 70 decibéis: 25% dos pedidos foram saudáveis, 52% não tão saudáveis e 23% realizaram pedidos neutros.

Este é o primeiro estudo a relacionar especificamente o volume da música com o comportamento de compra do consumidor.