PUBLICIDADE

Bíceps: aprenda a fortalecer com os exercícios certos

Os bíceps femoral e braquial são importantes para a movimentação de várias áreas do corpo. Veja quais exercícios fazer

Bíceps: o que é e qual a sua função?

Os bíceps são um conjunto de músculos localizados na parte interna do braço (bíceps braquial) e na parte posterior da coxa (bíceps femoral). O nome da musculatura vem do latim e quer dizer "duas cabeças em um corpo", segundo o educador físico Wellington Masuko, da academia Bodytech Eldorado.

O bíceps braquial promove a flexão na articulação do cotovelo e elevação da mão em direção ao rosto. O bíceps também faz a supinação do antebraço, rotacionando a mão de modo que a palma fique voltada para cima. Já os bíceps femorais (juntamente com o músculo semitendíneo) fazem a flexão do joelho e a extensão do quadril.

Como fortalecer o bíceps?

Bíceps braquial

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Movimentos de flexão dos cotovelos são excelentes para o fortalecimento dos bíceps braquiais. Exemplos:

Bíceps femoral

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Exercícios voltados para a parte posterior da coxa são importantes para aumentar a força dos bíceps femorais, flexibilidade e resistência da perna, além de serem importantes para prevenir e aliviar dores na lombar. Alguns exercícios importantes são:

Quando os bíceps precisam de fortalecimento?

O fortalecimento de bíceps ajuda em tarefas básicas do dia a dia, como abrir objetos com as mãos (usar a força dos braços), dirigir, tomar banho, segurar e se manter em pé no transporte público, corrida, fazer flexões com o joelho, além de ajudar a evitar fadiga muscular.

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Cuidados no treino de bíceps

Para evitar lesões, é importante seguir orientações de profissionais e realizar movimentos de forma correta. Ao fazer treinos de bíceps, vale atentar-se quanto à carga, posição da coluna, quadril, e tronco durante a realização dos exercícios.

Em movimentos errados ou com excesso de peso duas formas de lesão muscular são possíveis: estiramento e contusão muscular, que varia em lesão de baixo grau, até ruptura completa das fibras de um dos músculos, considerada uma lesão de maior gravidade e comprometimento funcional. Assim como as características das lesões, o tempo de reabilitação também é variável.

Referência

Wellington Masuko, educador físico da Bodytech Eldorado

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA... TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Kamilla Garcia, educadora física da Fórmula Academia