Dor no peito

Visão Geral

O que é Dor no peito?

Dor no peito é o desconforto ou dor que uma pessoa sente na parte frontal do corpo, geralmente abaixo do pescoço e acima do abdômen superior.

A dor no peito pode atingir diferentes intensidades e migrar para outras partes do corpo, como as costas, o pescoço e ambos os braços.

Os sintomas da dor no peito variam de acordo com a causa da dor. Majoritariamente, a dor no peito é relacionada a algum problema no coração. Nesses casos, os sintomas mais comuns são:

  • Sensação de aperto no coração
  • Dor que se espalha pelo corpo, em regiões como costas, pescoço, nuca, ombros e braços (especialmente o esquerdo)
  • Dor recorrente, que dura por alguns minutos, desaparece e retorna, variando sempre de intensidade
  • Falta de ar, tontura, náusea e sudorese.

Quando os sintomas não estão relacionados a algum problema no coração, eles podem ser:

  • Gosto amargo na boca
  • Dificuldade de deglutição
  • Dor que varia de intensidade conforme você muda de posição
  • Dor que se agrava quando você respira fundo ou tosse
  • Sensibilidade na região do peito.

Causas

Existem diversas causas possíveis para a dor no peito. Ela também pode estar diretamente relacionada a alguns órgãos. Confira:

Causas ligadas ao coração:

Causas ligadas ao trato digestivo:

  • Azia ou refluxo gastroesofágico
  • Doenças no esôfago, que dificultam a deglutição
  • Vesícula biliar e problemas com o pâncreas
  • Úlcera ou gastrite.

Causas ligadas aos músculos e ossos:

  • Síndrome costosternal
  • Dores musculares
  • Costelas lesionadas.

Causas ligadas ao pulmão:

Dor no peito também pode estar relacionada a outros problemas, como:

Diagnóstico e Exames

Buscando ajuda médica

Procure ajuda médica se:

  • Sentir pressão, aperto ou dor no peito repentina e intensa
  • A dor no peito se irradiar para a mandíbula, braço esquerdo ou entre as escápulas
  • Você tiver náusea, tontura, suor, taquicardia ou dificuldade respiratória
  • Você souber que tem angina e a dor no peito se intensificar de repente, ou se a dor for causada por atividades mais leves ou durar mais do que o usual
  • Seus sintomas de angina ocorrerem quando você estiver em repouso
  • Você tiver uma dor repentina e aguda no peito, com dificuldade para respirar, principalmente depois de uma viagem longa, de um período de cama (por exemplo, após uma cirurgia) ou de outra falta de movimentação, principalmente se uma perna estiver inchada ou mais inchada do que a outra (isso poderia ser um coágulo sanguíneo).

Na consulta médica

Se você manifestar sintomas relacionados à dor no peito, sem uma razão aparente, ou se você suspeitar que está tendo um ataque cardíaco, procure um médico imediatamente.

Se a dor for constante, procure um especialista e, na consulta, descreva todos os seus sintomas. Tire também as dúvidas e esteja preparado para responder às perguntas do médico. Veja alguns exemplos do que ele pode lhe perguntar:

  • Quando os sintomas começaram?
  • A dor é constante ou recorrente?
  • Qual a intensidade das dores?
  • Você tem apresentado tontura, náuseas e sensibilidade à luz?
  • Tem tido problemas para respirar?
  • Você ingere muito álcool, cafeína ou faz uso de alguma droga, como cocaína?

Fontes e referências

  • Ministério da Saúde
  • Manual Merck
Este conteúdo ajudou você?
Sim Não